Neymar discorda de Mano e Parreira e diz: 'Quero ficar'

LANCEPRESS! - 13/03/2012 - 18:53

Neymar Especial 20 anos

Neymar discordou de Mano Menezes, técnico da Seleção Brasileira, que disse que ele deveria se transferir para um clube europeu, e reafirmou o desejo de permanecer no Brasil até a Copa do Mundo de 2014.

Sorridente, no embarque santista para o Peru, onde a equipe enfrenta o Juan Aurich, quinta-feira, o atacante não se intimidou e contrariou o "chefe" publicamente.

- Eu estou jogando, feliz. Desde quando subi eu disse que vou ficar no Santos, já são três anos falando que eu vou embora. Estão querendo me mandar embora. Eu quero ficar, gente - declarou.

Além de Mano, Carlos Alberto Parreira, tetracampeão com a Seleção na Copa de 1994, também disse que a Joia não deveria permanecer no Brasil por muito tempo. Eles reforçaram o discurso que Ronaldo, Zico, Rivaldo e outros nomes de destaque do futebol nacional adotam há tempos.

Apesar dos conselhos, Neymar se mostra irredutível e garante: não deixa a Vila Belmiro antes de julho de 2014, quando encerra seu contrato com o Peixe.

- Eu já conversei muito com o Ronaldo, falei para ele que eu não achava o momento certo (de jogar na Europa) e por isso fiquei no Santos.

Contudo, o camisa 11 tomou cuidado para não entrar em polêmica e garantiu que respeita as opiniões contrárias.

- Cada um tem sua opinião, cada cabeça tem a sua sentença. Estou feliz no Santos, quero ficar um pouco mais aqui. Quando achar que tenho que ir embora, eu vou, mas não é o momento. Eu falei que vou ficar até 2014 - finalizou.

Você comentarista: