Mano elogia 'evolução' de Paulinho e indica que Ralf está fora dos planos

Ao explicar convocação da Seleção para o amistoso contra a Suécia, técnicco afirmou que quer volante 'mais completo' para a função

Valdomiro Neto - 30/07/2012 - 14:03 Enviado especial a Newcastle (GBR)

Treino do Corinthians - Paulinho e Ralf (Foto: Miguel Schincariol)

O técnico Mano Menezes deu a entender que o volante Ralf, do Corinthians, não faz parte dos seus planos para a Seleção Brasileira. Ao ser questionado em entrevista coletiva na tarde desta segunda-feira no estádio St. James Park, em Newcastle (GBR), a respeito da lista de convocados para o amistoso contra a Suécia, dia 15 de agosto, em Estocolmo, o treinador explicou a ausência do atleta.

- Já trabalhei com o Ralf, gosto muito dele, fui eu que o indiquei para o Corinthians quando trabalhava no Barueri. São muito claras minhas posições. Talevz seja o melhor marcador do Brasil, mas quero para a Seleção um volante que marque e tenha característica de saída para o jogo. Tenho buscado um jogador assim, mais completo.

Seleção é convocada para o amistoso contra a Suécia, em Estocolmo

O mesmo conceito que 'alijou' Ralf do grupo serviu para fortalecer a situação de Paulinho, outro volante corintiano, na equipe de Mano. O jogador foi um dos sete não inscritos nos Jogos Olímpicos de Londres a aparecer na relação do amistoso (os outros são o goleiro Renan Ribeiro, os zagueiros Dedé e David Luiz, o lateral direito Daniel Alves, o meia Ramires, o atacante Jonas

A volta de Paulinho é justa na medida em que já haviamos levado ele para os dois superclássicos contra a Argentina. Ele continuou crescendo com a equipe que conquistou o título da Libertadroes. Temos a montagem para o meio campo com um jogaodr mais de contenção e outro com a característica dele. Ele volta para tentar fazer conosco o que faz no Corinthians.

O treinador indicou que seu objetivo é cada vez deixar a relação de jogadores mais restritos, para que o grupo da Copa do Mundo de 2014 vá se desenhando. Mano não quis se estendedr mais sobre o assunto alegando que seu foco agora é a Seleção olímpica, que na próxima quarta-feira encerra participação na primeira fase contra a Nova Zelândia. Um empate assegura à equipe o primeiro lugar do Grupo C.

Você comentarista: