Em busca de reforços, São Paulo também tem lista de negociáveis

Clube quer até nove jogadores para o ano que vem e pode utilizar elenco como moeda de troca nas transações

Gabriel Saraceni - 05/12/2011 - 16:02 São Paulo (SP)


Como pretende contratar até nove reforços para 2012, o São Paulo vai ter que se desfazer de alguns jogadores. Dagoberto, já com pré-contrato com o Inter, e Rivaldo, que se despediu, são os primeiros da lista. Mas podem vir mais.

Marlos está perto do Metalist (UCR). Caso a negociação não se concretize, pode virar moeda de troca. O mesmo pode acontecer com garotos, como Henrique e Bruno Uvini. Jean e Xandão também podem ser envolvidos. Rhodolfo, com oferta da Juventus (ITA), pode ser vendido.

- Recebemos muitas sondagens, mas o futebol mundial não vive momento de fartura. Aqueles grandes compradores, tradicionais, hoje estão em crise finaceira acentuda. Itália e Espanha, por exemplo. Daí, chegam sondagens de clubes não tão renomados. Mais uma vez acredito que a movimentação, não só para o São Paulo, será pequena. Mas sempre acontece - explicou o diretor de futebol João Paulo de Jesus Lopes, ao LANCENET!.

- Quando se fala em contratações, não estabelecemos um prazo. São sete, oito, nove, mas com possibilidade de se concretizar em dois ou três meses, com outros de saída. Dificilmente , no início da temporada, todos estarão na reapresentação do elenco. Não há expectativa de se fazer anúncio de muitos jogadores de uma vez só - finalizou.

Oficialmente, a cúpula não revela quais jogadores estão à disposição para negócios. Internamente, sabe quais são. Isso porque, se falar abertamente sobre o assunto, pode desvalorizá-los para o mercado.

Você comentarista: