Em noite de mito, Rogério salva e São Paulo avança com o Boi Bandido

Goleiro tem atuação espetacular contra a Católica e garante o Tricolor, que ainda teve Aloisio em noite inspirada, nas quartas de final da Sul-Americana. Aposenta, Ceni? Não!

LANCEPRESS! - 23/10/2013 - 23:48 Em Santiago (CHI)

Universidad Catolica x Sao Paulo - Rogério Ceni (Foto: Mario Davila/ Agenciauno)

São-paulino, busque um calendário mais próximo e procure o dia 18 de dezembro de 2005. É a data que os tricolores têm guardada no coração pelo título Mundial contra o Liverpool (ING), com uma brilhante exibição de Rogério Ceni. Agora acrescente neste mesmo patamar - ou até mesmo um degrau acima - a apresentação digna de M1T0 que o goleiro teve na noite desta quarta-feira, em Santiago (CHI), onde o Tricolor venceu a Universidade Católica por 4 a 3 e avançou às quartas de final da Sul-Americana.

O próximo adversário sai nesta quinta, do confronto entre Atlético Nacional (COL) e Bahia, que jogam em Salvador (BA). Na ida, o jogo terminou 1 a 0 para os colombianos.

E MAIS
> TEMPO REAL: Confira os detalhes da vitória do Tricolor

No Chile, foram ao menos seis defesas de extrema dificuldade que o "jovem" de 40 anos praticou no estádio San Carlos Apoquinho. Se o Morumbi já pedia para Rogério renovar o seu contrato para continuar jogando na próxima temporada, depois desta noite não será de se estranhar que a torcida encha o portão do CT da Barra Funda. Trocará as pipocas dos últimos protestos por pedidos apaixonados pela renovação do maior ídolo. Aposenta, Ceni, gritam os rivais! Só se for de medo do "Air" Ceni, diria Pedro Henrique Bueno, doente pelo Tricolor e colunista do LANCE!.

Méritos também para Aloisio. Grosso? Fenômeno! Em noite à la Ronaldo, demonstrou extrema frieza na frente de Toselli para empatar o placar duas vezes, aos 18 e aos 23 minutos do primeiro tempo. Primeiro Sosa, aos 15, e depois Cordero, aos 22, haviam colocado os mandantes em vantagem.

Aloísio provoca a torcida após marcar (Foto: Hector Retamal/AFP)

O ponto negativo são-paulino foi o seu sistema de marcação e os espantosos e exagerados - em número - escorregões dos seus jogadores, principalmente no primeiro tempo: Ademilson e Douglas (três vezes); Toloi (duas vezes); Edson Silva, Maicon e Rodrigo Caio, uma vez cada um, caíram sozinhos no gramado.

Mas segue continuou brilhando, e Aloisio também. Serviu Ademilson, impedido, para o terceiro gol tricolor, aos 19 da etapa final. Mirosevic igualou de novo, aos 25, após pênalti cometido por Douglas. O lateral-direito atuou improvisado na esquerda e teve uma atuação pavorosa. Welliton ainda fez o quarto gol são-paulino, já aos 40, para alívio de Muricy Ramalho. O técnico tem razão: fica, Ceni!

FICHA TÉCNICA
UNIVERSIDAD CATÓLICA (CHI) 3 X 4 SÃO PAULO

Local: San Carlos de Apoquindo, Santiago (CHI)
Data/Hora: 23/10/2013 - 21h50 (de Brasília)
Árbitro: Antônio Arias (PAR)
Auxiliares: Rooney Aquino e Carlos Cacéres (PAR)

Público/renda: não disponíveis
Cartões amarelos:  Sosa, Mirosevic (UNC); Edson Silva, Wellington, Rodrico Caio (SAO)
Cartões vermelhos: Tomas Costa (45/'2ºT) (UNC); Ganso (46'/2ºT) (SAO)

GOLS: Ismael Sosa, 15'/1ºT (1-0); Aloísio, 18'/1ºT (1-1); Cordero, 22'/1ºT (2-1); Aloísio, 23'/1ºT (2-2); Ademilson, 19'/2ºT (2-3); Mirosevic, 25'/2ºT (3-3) e 40'/2ºT (4-3);

UNIVERSIDAD CATÓLICA: Tosseli, Álvarez, Biskupovic (Ramiro Costa - 21'/2ºT), Martínez e Parot; Costa, Cordero, Meneses (Muñoz - 38'/2ºT) e Mirosevic; Ismael Sosa e Castillo. Técnico: Martín Lasarte

SÃO PAULO: Rogério Ceni, Paulo Miranda, Rodrigo Caio, Rafael Toloi e Edson Silva; Denilson (Wellington - intervalo), Maicon, Douglas e Ganso; Ademilson (Lucas Evangelista - 42'/2ºT) Aloísio (Welliton - 31'/2ºT). Técnico: Muricy Ramalho.