Manchester United oferece R$ 82 milhões para tirar Lucas do São Paulo

Depois de a Inter (ITA) vir ao Brasil para tentar contratar o meia-atacante, agora é a vez dos ingleses. Clube quer receber todo o montante

Gabriel Saraceni - 13/07/2012 - 15:40 São Paulo (SP)

Lucas - Coleitva da Seleção Brasileira olímpica (Foto: Mowa Press)

Depois de a Inter (ITA) oferecer 25 milhões de euros (R$ 62,3 milhões) para contar com Lucas, o Manchester United (ING) está interessado no futebol do são-paulino. A oferta é de 33 milhões de euros (R$ 82,2 milhões).

Receba primeiro pelo celular notícias sobre o destino de Lucas!

O Tricolor tem 80% dos direitos econômicos do jogador, que conta com os outros 20%. A partir de agosto passa a 70% e 30%. Como não aceita receber menos de 30 milhões de euros (R$ 74,7 milhões) para vender o atleta, o clube só vai negociar se Lucas abrir mão da sua parcela. Caso contrário, os interessados vão ter de subir suas propostas.

A oferta do Manchester foi feita diretamente ao São Paulo. Representantes do clube ainda estão no Brasil e aguardam uma resposta. Enquanto isso, o camisa 7 está em preparação com a Seleção Brasileira de Mano Menezes para a Olimpíada de Londres (ING).

A Inter, que até agora foi o clube que mais demonstrou interesse em contar com o são-paulino, também promete voltar ao Brasil nos próximos dias para uma nova proposta. Até agora, em conversas com o empresário Wagner Ribeiro e Jorge Rodrigues, pai de Lucas, o limite foi de 25 milhões de euros. A intenção é fazê-los chegar em mais de 30 milhões de euros para tentar convencer o São Paulo a vender.

O discurso da diretoria do Tricolor é de que o meia-atacante não sai. Apesar disso, internamente, a cúpula sabe que precisa negociar alguém para reforçar seu caixa, já que está sem patrocínio master de camisa desde o início da temporada. Se não vender o jogador, o clube estuda uma reformulação de contrato, com aumento salarial e prorrogação do vínculo, que vai até o fim de 2015. No início do ano passado, foi feito um novo contrato e a multa rescisória para o exterior subiu para 80 milhões de euros (R$ 199 milhões).

Você comentarista: