Juvenal menospreza técnicos brasileiros e vê dificuldades em adaptação de estrangeiro

Presidente são-paulino diz que Brasil é rico em atletas mas que não há grandes treinadores no futebol brasileiro

LANCEPRESS! - 26/06/2012 - 14:05 São Paulo (SP)

Juvenal Juvêncio (Foto: Vipcomm)

Diante da demissão do agora ex-técnico do São Paulo, Emerson Leão, o presidente Juvenal Juvêncio admitiu, em entrevista coletiva, que o Tricolor já procura por um novo nome para o cargo. Porém, na visão do mandatário são-paulino, não há muitas opções de grandes treinadores no Brasil.

- A diretoria pensa (em um novo nome), mas não consegue concretizar. O Brasil não é muito brilhante em técnicos, é brilhante em atletas. Tem técnicos com nome, outros com problemas de outra ordem. É difícil para nós, no São Paulo, isso. É muito penoso contratar técnico - disse Juvenal.

Ainda, Juvenal falou sobre a possibilidade do clube do Morumbi contratar um técnico estrangeiro. No entanto, o presidente vê dificuldades na adaptação ao futebol brasileiro.

Juvenal espera não errar novamente na escolha do novo técnico

- Chegamos até a ter umas conversas com alguns técnicos do exterior, mas não se concretizaram. Tivemos exemplos recentes de outros clubes, até pegar a língua, como é a torcida, o cotidiano. O tecnico do exterior, até pegar esse jeito, a vaca já foi para o brejo. No Brasil você tem que ganhar amanhã - completou.

Apesar dos entraves apontados por ele, Juvenal Juvêncio não descarta trazer um treinador estrangeiro. Contudo, a possibilidade só seria viável para o Tricolor caso fechasse a contratação para o início de uma temporada, e não durante, negando que o São Paulo vá em busca de alguém no mercado exterior para o restante do Brasileirão deste ano.

Para o vice-presidente de futebol, João Paulo de Jesus Lopes, um nome de "fora do país" seria bom para o clube, sobretudo, do ponto de vista financeiro. De acordo com ele, há bons profissionais, inclusive na Europa, que poderiam ser trazidos sem que o São Paulo precisasse fazer "loucuras" em relação aos salários e às bases contratuais do eventual técnico.

Você comentarista: