Dirigente são-paulino admite dificuldades por Ganso

João Paulo de Jesus Lopes disse que os valores pedidos pelo Santos são muito elevados e negociação não evoluiu

Gabriel Saraceni - 18/08/2012 - 23:25 São Paulo (SP)

HOME Ganso (Foto: Ricardo Saibun/Santos)

Depois de fazer uma consulta por Paulo Henrique Ganso ao Santos, o São Paulo estuda uma fórmula de fazer uma proposta pelo meia. O Peixe, por enquanto, bate o pé e não abre mão dos R$ 24 milhões que tem direito, já que conta com 45% dos direitos econômicos. A DIS é detentora da outra metade.

Neste sábado, na chegada da delegação do Tricolor ao Morumbi, o vice de futebol João Paulo de Jesus Lopes foi questionado sobre a possibilidade de o camisa 7 chegar como reforço:

– É um belo jogador, todo clube tem interesse, mas é algo que é preciso respeitar o Santos, o atleta tem valores elevados, houve uma conversa tempo atrás e não evoluiu. Por enquanto, existe muita especulação.

O diretor Adalberto Baptista foi quem ligou para um dirigente do Santos e sondou a situação de Ganso. Ouviu que o Alvinegro está aberto à negociações e ficou de retornar com um oferta, o que ainda não aconteceu. O São Paulo tem dificuldades de envolver jogadores no negócio, já que a maioria já estourou o limite de sete jogos pelo Brasileirão ou não interessa ao rival. Por isso, vai tentar diminuir a pedida inicial do Peixe, mas não está descartado pagar o valor integral da rescisão.

Bruno Uvini

Em negociação com o Napoli (ITA), pode deixar o clube ainda está semana. O zagueiro voltou da Seleção Brasileira no início da semana, mas não apareceu no CT da Barra Funda para treinar. O Tricolor confirma que ele pode sair e ficará com 50% dos direitos econômicos. A outra metade pertence ao Audax, clube que o revelou. 

Você comentarista: