Santos decide negociar futuro de Ganso com a DIS

'Esgotado' com o meia, clube designa dois representantes para tratar com antigo desafeto e venda não está descartada

Marcio Porto - 11/07/2012 - 19:20 Santos (SP)

HOME Ganso (Foto: Ivan Storti)

Na importante reunião do Conselho de Gestão nesta quarta-feira, o Santos decidiu que negociará com a DIS uma saída para o descontentamento mútuo entre o clube e o meia Paulo Henrique Ganso. Dois membros do Conselho serão responsáveis pelas tratativas, que podem culminar na venda dos 45% dos direitos econômicos do jogador que pertencem ao Peixe para a própria DIS, dona dos outros 55%.

Insatisfeito com o futebol e as atitudes de Paulo Henrique, o Santos também não descarta a venda por valor inferior ao da multa rescisória, 50 milhões de euros (cerca de R$ 125 milhões) para clubes do exterior e 24 milhões de euros (cerca de R$ 60 milhões) para clubes do país.

Essa é a primeira vez que o Santos aceita negociar com o grupo pertencente ao empresário Delcyr Sonda, desde que as partes romperam justamente por conta de Ganso. Desde 2010, o clube tenta reformular o contrato do jogador, mas tem entrado em imbróglios que, ao que tudo indica, desta vez pode ser o último, diante da iniciativa do Peixe.

Sendo assim, fica aberta a possibilidade de o camisa 10 santista ir parar no Internacional, como deseja o dono da DIS, Delcyr Sonda. No último domingo, o empresário declarou ao portal do diário gaúcho Zero Hora que Ganso não vestiria mais a camisa do Peixe e que seu destino poderia ser o Colorado - Delcyr é torcedor do Inter e tem fortes ligações com o clube.

Na reunião, os dirigentes também comentaram a declaração, viram mais uma tentativa do empresário de fazer pressão, mas ainda assim acham que é mais viável tentar a negociação para por fim ao maior problema da gestão do presidente Luis Alvaro Ribeiro.

O mandatário, aliás, segue de "recesso" com a imprensa e vai evitar dar declarações até o desfecho da novela Ganso, atualmente com a Seleção Brasileira se preparando para a disputa da Olimpíada de Londres.

Além do assunto Ganso, contratações foram debatidas na reunião, o Santos elaborou possíveis nomes, mas guarda em sigilo para não atrapalhar o andamento das negociações, como aconteceu com o argentino Martínez, quase acertado e que pode se transferir para o Corinthians após desistência santista.

BRIGA APÓS PEDIDA DE R$ 1 MILHÃO

O último episódio da briga entre Santos e Ganso foi motivado pela pedida do atleta para renovação de seu contrato. Ganso quis cerca de R$ 1 milhão de salário, sendo que o clube ofereceu R$ 420 mil e um plano de carreira semelhante ao de Neymar.

A pedida do camisa 10 irritou o presidente Luis Alvaro, que resolveu 'dar um basta' na situação e trabalha com a possibilidade, inclusive, de negociá-lo com a DIS, seu antigo desafeto.

Você comentarista: