Luvas e Neymar: armas do Santos para vencer o Fla e ter Carlos Eduardo

Meia pode ser emprestado pelo Rubin Kazan, da Rússia, por um ano e meio e estuda propostas. Rubro-Negro promete não fazer loucuras, enquanto Peixe mostra otimismo

Bruno Cassucci e Eduardo Mendes - 12/01/2013 - 06:00 Santos (SP)

Carlos Eduardo - Rubin Kazan (Foto: Divulgação/Rubin Kazan)

O interesse do Santos na contratação de Carlos Eduardo não muda a posição do Flamengo na negociação pelo jogador e o clube não entrará em um leilão. Caso o Rubin Kazan (RUS) libere o meia sem custos, o Rubro-Negro está disposto apenas a arcar com o salário, sem oferecer luvas.

Situação distinta da do Peixe que, além de aceitar a manter o mesmo salário dele no clube russo, cerca de 100 mil euros (cerca de R$ 260 mil), já avisou que existe uma bonificação prevista pelo possível acordo.

– O que podemos oferecer é a camisa de um clube que tem uma grandeza. Temos parâmetros e nossa política não permite fazer loucuras – explicou Paulo Pelaipe, diretor executivo rubro-negro.

Pessoas ligadas ao jogador colocam o Peixe em vantagem nas negociações. Isso porque o Rubin quer ceder Carlos para um clube que lhe dê visibilidade e valorize-o. O projeto apresentado pelo Santos (um elenco forte e a oportunidade de atuar com Neymar) é considerado mais atrativo que o do Rubro-Negro e, nos bastidores, dirigentes santistas acreditam que as tratativas podem avançar na próxima semana.

Quem cuida do assunto pelo lado alvinegro é Pedro Luiz Nunes Conceição, membro do Comitê de Gestão do clube, que tem bom relacionamento com Jorge Machado, empresário do atleta. Durante o dia de ontem, o agente manteve contato com as diretorias dos dois clubes e disse que a resposta dos russos poderia ser dada ainda durante o fim de semana

À imprensa, Machado deu declarações controversas a diferentes veículos. Primeiro, afirmou que Carlos quer jogar no Rio de Janeiro. Depois, alegou que o Santos tem preferência. Ao L!Net, ele fez mistério, mas garantiu um rápido desfecho.

Já Muricy Ramalho mostrou otimismo na chegada do reforço.

– Ele quer e está fazendo sacrifício para voltar ao Brasil. A cabeça dele é jogar no Santos – afirmou.

E MAIS

Carlos Eduardo: 'Não tenho preferência. Flamengo e Santos são dois grandes clubes'
Sem Nenê, Muricy aprova Carlos Eduardo e mostra otimismo: 'Está com a cabeça no Santos'

Carlos Eduardo voltará ao Brasil. Saiba qual time irá ganhar o meia como reforço!

Você comentarista: