Golaços de placa dão a Neymar nota 10 do LANCE!

Com show contra o Internacional, atacante santista entra para seleto grupo de jogadores a receberem a nota máxima do jornal

LANCEPRESS! - 08/03/2012 - 14:29 Santos (SP)

Santos x Internacional - Copa Libertadores - Gol do Neymar (Foto: Paulo Whitaker/Reuters)

A atuação de gala de Neymar, com dois golaços de placa, contra o Internacional, na última quarta-feira, na Vila Belmiro, entrou para a história. O atacante recebeu a nota 10 do Diário LANCE! pela partida fantástica, em que ainda marcou um gol de pênalti, fazendo os três da vitória do Santos por 3 a 1.

O L! é conhecido por adotar um critério bem rigoroso na aplicação das notas. Desde 1997, quando o diário foi lançado, poucos foram os jogadores que podem se gabar de ter alcançado a nota máxima.

Antes desta quarta-feira, o último foi o atacante Fred, do Fluminense, que marcou quatro contra o Grêmio, no Brasileirão do ano passado, no Engenhão.

E MAIS:
Neymar presta homenagem ao Dia Internacional da Mulher
Imprensa mundial se rende aos golaços de Neymar contra o Inter
Neymar diz que espera continuar 'imitando' Messi
Site do Santos homenageia Neymar: 'Fábrica de placas'
Neymar Se torna o quinto maior artilheiro do Santos pós-Era Pelé

Curiosamente, Neymar alcançou o feito no mesmo dia em que Messi também fez história e, assim como a Joia, também conseguiu nota 10 do LANCE!. O argentino marcou cinco gols na vitória do Barcelona (ESP) sobre o Bayer Leverkusen por 7 a 1, pela Liga dos Campeões da Europa, no Camp Nou. Confira abaixo alguns outros 10 dados pelo Diário LANCE!.

Relembre abaixo alguns dos 10 dados pelo LANCE!:

COPA DO MUNDO 2002
Na conquista do pentacampeonato na Copa da Coréia e do Japão, todos os jogadores do Brasil que atuaram na vitória por 2 a 0 sobre a Alemanha levaram nota 10 - entre eles estava Ronaldinho. A única exceção foi Ronaldo, que, com os dois gols marcados, levou nota 11.

ALBERTO - 2002
O atacante marcou dois gols, sendo um de bicicleta, na histórica vitória do Santos por 4 a 2 sobre o Corinthians, pelo Brasileirão, e também levou a nota máxima. Na ocasião, Diego e Elano (também autor de dois gols) tiveram grande atuação, mas levaram "só" 8,0.

NARCISO - 2003
O volante do Santos atuou por apenas sete minutos na goleada sobre o Coritiba por 4 a 0, no Couto Pereira, ao entrar no fim na vaga de Diego. Mas ele voltava aos gramados após travar dura batalha contra um tipo raro de leucemia. Pela superação e por toda sua história, levou o 10.

RONALDINHO - 2005
Em pleno Santiago Bernabéu, Ronaldinho comandou a vitória do Barcelona sobre o Real Madrid com dois gols, numa de suas maiores atuações na carreira. O Barça venceu por 3 a 0 e o camisa 10 saiu aplaudido pela torcida rival.

MUNDIAL DE CLUBES - 2005
O título do São Paulo sobre o Liverpool em Yokohama - vitória por 1 a 0 - rendeu aos jogadores tricolores uma enxurrada de notas 10. O goleiro Rogério Ceni - que fechou o gol -, o zagueirão Lugano e o volante Mineiro - autor do gol - receberam a nota máxima, junto do técnico Paulo Autuori.

ROGÉRIO CENI - 2006
Ele fez de tudo no empate do São Paulo em 2 a 2 com o Cruzeiro, no Mineirão. Rogério fez grandes defesas, marcou dois gols - um de falta e outro de pênalti, e tornou-se o goleiro com mais gols na história, com 63, superando o paraguaio Chilavert.

MARCOS - 2009
Não é à toa que ele é chamado de Santo. Nas oitavas de final da Copa Libertadores de 2009, Marcos defendeu três pênaltis contra o Sport, no caldeirão da Ilha do Retiro, e classificou o Palmeiras para as quartas.

RONALDO - 2009
Com dois gols, sendo um "Gol de Copa do Mundo", segundo as palavras do Rei Pelé, Ronaldo brilhou no primeiro jogo da final do Campeonato Paulista, na vitória por 3 a 1 sobre o Santos em plena Vila Belmiro, e encaminho o título invicto.

VAL BAIANO - 2009
Sim, ele também recebeu a nota 10. No Campeonato Brasileiro, o artilheiro marcou quatro gols num só jogo, na goleada do Barueri por 4 a 0 sobre o Náutico, na Arena Barueri.

BRUNO - 2009
O goleiro do Flamengo garantiu a vitória do Flamengo sobre o Santos por 1 a 0, diante de mais de 80 mil pessoas no Maracanã, ao defender duas cobranças de pênalti de Ganso, na campanha do título brasileiro.

ROGÉRIO CENI - 2011
O ídolo do São Paulo levou a nota 10 no jogo em que marcou o gol de número 100 da carreira, na vitória por 2 a 1 sobre o Corinthians, em Barueri, pelo Campeonato Paulista.

PUYOL - 2011
O zagueirão estava machucado e entrou no fim do jogo só para erguer a taça de campeão da Liga dos Campeões, na vitória por 3 a 1 do Barcelona sobre o Manchester United em Wembley. Mas, num gesto nobre, entregou a faixa de capitão a Abidal (foto), que havia sido operado dois meses antes para retirar um tumor no fígado. Pelo gesto, levou 10.

RONALDO - 2011
Em seu adeus à Seleção Brasileira, no Pacaembu, Ronaldo teve três chances de marcar, mas perdeu. Mostrando uma forma redonda, atuou por poucos minutos na vitória por 1 a 0 sobre a Romênia. Mas por toda sua carreira, levou 10.

RONALDINHO - 2011
Os três gols e muitos dribles na vitória do Flamengo por 5 a 4 sobre o Santos, no primeiro turno do Campeonato Brasileiro, renderam ao craque do Flamengo sua terceira nota 10 na história do LANCE! (contando com a final da Copa de 2002 e o Barcelona x Real Madrid em 2005).

FRED - 2011
Na partida contra o Grêmio, em novembro, pelo Brasileirão, o artilheiro liderou o Fluminense na vitória eletrizante por 5 a 4. Com uma atuação espetacular, Fred balançou as redes quatro vezes. A atuação de gala rendeu ao tricolor nota 10 no LANCE!

Você comentarista: