'Eterno capitão' do Santos, Zito é homenageado por Neymar e Dracena

Estrelas da atual geração entregaram presentes ao ex-jogador pelos 60 anos de sua estreia vitoriosa pelo Santos

LANCEPRESS! - 30/06/2012 - 14:30 Santos (SP)

Zito (Foto: Divulgação)

O Santos promoveu homenagem a um dos seus maiores ídolos na manhã deste sábado, no CT Rei Pelé. Capitão do timaço das décadas de 1950 e 60, da geração de ouro de Pelé, Pepe, Coutinho e Cia., Zito recebeu das mãos de Edu Dracena, capitão do time atual, e Neymar, maior astro do Peixe, referendas pelos 60 anos de sua estreia pelo clube da Baixada.

Zito, que completará 80 anos no próximo dia 8 de agosto, fez sua primeira partida pelo Santos justamente em um dia 30 de junho, no ano de 1952, contra o Madureira, em amistoso que terminou com vitória santista por 3 a 1, na Vila Belmiro. Para celebrar a data, ele recebeu uma faixa com os dizeres "capitão eterno" e uma camiseta personalizada com o seu nome e o número 60, além das faixas de tricampeão paulista e da Libertadores, das mãos de Neymar e Dracena.

Ao todo, Zito disputou 727 jogos pelo Peixe, sendo o terceiro jogador que mais atuou pelo clube. Ele também marcou 57 gols em sua carreira santista. Números que fizeram o zagueiro Edu Dracena prestar reverência após a homenagem.

- Hoje tive a honra de colocar no Zito a tarja com a inscrição CAPITÃO ETERNO. A história dele com a camisa do Santos é maravilhosa e seus ensinamentos eu nunca vou esquecer. Espero poder continuar honrando esse símbolo de liderança. Claro que nunca vou ter o brilho do Zito - esse é e sempre será o maior líder que o Santos já teve em campo. Mas só de seguir seus passos e ser capitão de um grupo que também está marcando a história do Santos já é uma honra muito grande - postou o zagueiro, em sua página no Facebook.

Você comentarista: