Cobiçado por italianos, Rafael se aproxima de acerto com o Napoli

Goleiro tem propostas de diversos clubes e negociação por ter desfecho na próxima semana. Diretoria quer que jogador diga publicamente que quer sair, mas ele não aceita

Bruno Cassucci - 15/06/2013 - 07:07 São Paulo (SP)

Rafael - Santos (Foto: Ivan Storti/Divulgação Santos FC)

O destino de Rafael deve realmente ser a Itália, mas não para defender a Inter de Milão, que enviou representantes ao Brasil nesta semana. O goleiro está próximo de acertar com o Napoli, que ofereceu um salário maior que os concorrentes e aproximadamente 5 milhões de euros (cerca de R$ 13,5 milhões) ao Santos. Além desses dois clubes italianos, Lazio e Roma também estão na disputa, mas os napolitanos levam vantagem.

A expectativa é de que o acerto possa acontecer ainda na próxima semana.

O contrato de Rafael com o Santos vai até agosto de 2014. O Peixe detém 70% dos direitos econômicos do goleiro, enquanto a Teisa (Terceira Estrela Investimentos, grupo de empresários ligados ao Alvinegro) possui 15%, mesmo percentual que pertence ao atleta.

O Santos considera atrativa a proposta e está disposto a vender o camisa 1, mas pede que Rafael dê uma entrevista coletiva dizendo que deseja sair, a fim de amenizar críticas a diretoria. O pedido do clube, no entanto, foi rejeitado pelo jogador, que não quer se queimar com a torcida santista.

O goleiro tem passaporte europeu, o que facilita sua transferência. Desde o começo do ano ele faz aulas de italiano.

Você comentarista: