Cruel, Portuguesa goleia Mirassol por 4 a 1

Com dois gols de Jael Cruel, Lusa impõe a terceira derrota consecutiva ao rival do interior

LANCEPRESS! - 19/03/2011 - 17:51 São Paulo (SP)

Joel da Portuguesa comemora gol durante partida realizada na tarde de hoje no estádio Canindé em São Paulo. (Foto: Ale Cabral)

Tão cruel quanto o apelido de seu atacante, a Portuguesa goleou o Mirassol por 4 a 1 na tarde deste sábado no Canindé, e encostou no grupo dos oito melhores. Jael, o Cruel, duas vezes, Luís Ricardo e Henrique marcaram para os rubroverdes. Xuxa descontou para o Mirassol.

Com a vitória, a Portuguesa chega aos 18 pontos e à 10ª colocação, mas depende de tropeços de Americana, São Caetano e Mogi Mirim, que enfrentam Corinthians (domingo, 16h), Palmeiras (domingo, 16h) e Ituano (domingo, 18h30) respectivamente, para se manter entre os 10.

Já o Mirassol coleciona sua quarta partida consecutiva sem vencer, e a terceira derrota seguida. O time do interior, que já foi líder do Campeonato Paulista na 10ª rodada, continua em queda livre e agora é o 6º colocado.

FESTIVAL DE PÊNALTIS

Na primeira etapa, Jorginho posicionou seus dois meias bem abertos. Henrique, pela direita, e Fabrício, pela esquerda, recebiam marcação de Magal e Jairo, deixando o meio-campo do Mirassol exposto. Com liberdade, o lateral Marcelo Cordeiro protagonizou a primeira chance da Lusa aos 2 minutos, chutando rasteiro. E só dava Portuguesa. Aos 22, o gol: Henrique recebeu e cruzou à meia-altura. Diego Correia furou e a bola sobrou para Luís Ricardo encher o pé.

Com o gol, a Lusa se animou e Marcelo Cordeiro tentou a sorte no ataque. Aos 33 minutos, ele foi derrubado por Gustavo Bastos dentro da área e o árbitro Luiz Vanderlei Martinucho marcou pênalti. Na cobrança, Jael não desperdiçou e venceu o duelo contra o ex-companheiro de Bahia na campanha da Série B 2010.

Nem deu tempo da Portuguesa comemorar a folga no placar e, após Gustavo Bastos cair em contato com Ferdinando na área, Martinucho marcou mais um pênalti na partida, desta vez para o Mirassol. Artilheiro do Leão da Araraquarense no Estadual, Xuxa foi para a bola e marcou. Foi o sétimo gol do armador do Mirassol na competição.

VIROU GOLEADA

Mesmo com o Leão crescendo no jogo, a Portuguesa aproveitou as chances e foi, novamente, cruel na segunda etapa. Aos 11 minutos, Jael virou dentro da área e bateu sem chances para o ex-colega. Insatisfeita, a Portuguesa ainda marcou o quarto gol com Henrique, após cortar a zaga e bater de fora da área.

Com 4 a 1 no placar, a Portuguesa administrou o resultado e Kempes, aos 41, quase marcou o quinto.

A Portuguesa agora volta a campo no mesmo Canindé, na próxima quarta-feira (23), quando encara o Santo André. Já o Mirassol, a exemplo da Lusa, também joga em casa: recebe o Americana, na mesma quarta-feira.

FICHA TÉCNICA:
PORTUGUESA 4X1 MIRASSOL

Estádio: Canindé, São Paulo (SP)
Data/hora:
19/3/2011 - 16h (de Brasília)
Árbitro: Luiz Vanderlei Martinucho (SP)
Auxiliares:
Bruno Salgado Rizo (SP) e Risser Jarussi Corrêa (SP)
Renda/público: R$ 22.300,00 / 919 pagantes
Cartões amarelos: Ferdinando, Preto Costa, Fabrício (POR); Fabinho Capixaba, Serginho (MIR)
Cartões vermelhos: Não houve
GOLS: Luís Ricardo, 22'/1ºT (1-0); Jael (pênalti), 34'/1ºT (1-1); Xuxa (pênalti), 38'/1ºT (2-1); Jael, 11'/2ºT (3-1); Henrique, 14'/2ºT (4-1)

PORTUGUESA: Weverton; Marcos Pimentel, Maurício, Preto Costa e Marcelo Cordeiro; Ferdinando (Ademir Sopa, 26'/2ºT), Guilherme, Henrique (Ananias, 42'/2ºT) e Fabrício; Luís Ricardo e Jael (Kempes, 30'/2ºT). Técnico: Jorginho.

MIRASSOL: Fernando Leal; Fabinho Capixaba, Gustavo Bastos, Dezinho e Diego (Renato Peixe, 31'/2ºT); Magal, Jairo, Esley e Xuxa; Serginho (Marcelinho, 20'/2ºT) e Wellington Amorim (Reinaldo Alagoano, 13'/2ºT). Técnico: Ivan Baitello.

Você comentarista: