Irmão de Barcos revela animação após renovação: 'Ele quer reerguer o Palmeiras'

Com multa rescisória mais elevada, David afirma receber diversas sondagens de clubes europeus, mas garante desejo do Pirata de permanecer no Palestra Itália

Caio Carrieri - 10/01/2013 - 12:43 São Paulo (SP)

Barcos - Palmeiras (Foto: Ari Ferreira)

Finalmente o torcedor do Palmeiras pode comemorar neste início de ano: o artilheiro Hernán Barcos acertou na noite desta quarta-feira a renovação de contrato do início de 2015 para dezembro de 2016.

No novo acordo, o Verdão elevou a multa por rescisção contratual do Pirata, que era de 15 milhões de euros (R$ 41 milhões) para o exterior e de R$ 50 milhões para o futebol nacional, mas as partes mantêm os valores em sigilo. O mesmo fazem com o salário, que foi elevado.

 Receba primeiro as notícias do Verdão no seu celular!

O presidente Arnaldo Tirone, o gerente César Sampaio e o irmão e empresário do atacante, David, estiveram no encontro em que ficou estabelecido o novo vínculo. E o agente revela empolgação de Barcos com o novo contrato.

- Ele está muito feliz em continuar no Palmeiras. Cumprirá o que foi acertado, trabalhará muito nestes anos para reerguer o Palmeiras - declarou em entrevista ao LANCE!Net.

Barcos renova e manda recado para torcida


No fim do ano passado David demonstrou irritação devido ao impasse que havia com o clube do Palestra Itália.

Outro ponto que foi fechado é em relação à exploração da imagem de Barcos, o que travava o desfecho no fim do ano passado. A partir de agora o Palmeiras será o responsável por negociar a imagem do camisa 9 no Brasil, e o jogador está livre para fazer campanhas de marketing na sua terra natal, a Argentina. Os proventos no país vizinho caberão a Barcos.

Já que o Pirata foi o principal destaque palmeirense em 2012 com 28 gols e chegou à seleção local, David espera divulgar ainda mais o nome do irmão na Argentina. E, segundo ele, não é apenas no seu país que o atacante chama a atenção. Na Europa, o interesse é pelo futebol do goleador.

- Recebemos muitas sondagens de clubes da Espanha, Itália, entre outros. São muitas ligações pedindo informações sobre Hernán, mas até agora não houve nenhuma proposta oficial. O mais importante agora é ele continuar fazendo um bom trabalho no Palmeiras.

Você comentarista: