Na Bronca! Palmeiras protesta formalmente contra a arbitragem

Prejudicado no último domingo, presidente Arnaldo Tirone vai a Federação Paulista exigindo mais atenção

LANCEPRESS! - 16/04/2012 - 19:16 São Paulo (SP)

Tirone (Foto: Eduardo Viana)

Após empatar com o Comercial em casa no último domingo, a diretoria do Palmeiras entrou com um protesto formal contra a arbitragem nesta segunda-feira na Federação Paulista de Futebol. O presidente Arnaldo Tirone foi pessoalmente na sede da entidade e cobrou por mais atenção dos árbitros nos próximos jogos do clube.

O estopim para a ação do Verdão foi o gol anulado nos minutos finais do jogo do último jogo. Se o gol marcado por Henrique aos 51 minutos do segundo tempo tivesse sido validado, o Palmeiras terminaria a primeira fase do Paulistão em quarto colocado e jogaria em casa contra o Guarani. Outra reclamação do Verdão são dois pênaltis que não foram marcados pelo árbitro José Cláudio Rocha Filho.

Felipão já havia expressado sua indignação sobre o assunto na coletiva após a derrota:

- Me parece que fizemos três gols. Validaram somente dois – afirmou o treinador alvi-verde.

O Verdão vem reclamando da arbitragem a algumas rodadas. Contra o Guarani na semana passada, o treinador já havia reclamado da falta de critério do árbitro, quando houve a expulsão de Cicinho no segundo tempo.

- Cicinho foi expulso por uma falta que ele achou excessiva. João Vitor sofreu a mesma falta do primeiro minuto, se machucou por isso, e o árbitro não deu nem amarelo. Contra o Corinthians, o Chicão deu aquela entrada que quase quebrou o Barcos e foi a mesma coisa, nem amarelo. Futebol não dá para entender. Eles interpretam de uma forma que não dá para entender – disse Felipão após a derrota para o Guarani.

Você comentarista: