Sem marcar há nove meses, Bill tenta acabar com jejum de gols dele e do Santos

Com pior ataque e sem marcar gols fora de casa no Brasileirão, Peixe aposta no camisa 9 para acabar com seca

Alyson Gonçalo
Bruno Cassucci
- 05/08/2012 - 07:09 Santos (SP)

Bill  (Foto: Ricardo Saibun/Divulgação Santos FC)

Vestir a camisa 9 do Santos, que já foi usada por tantos craques no passado, não é tarefa fácil. A missão, contudo, fica ainda mais difícil quando a fase do time e do jogador não são boas, como acontece com Bill no momento.

O atacante, que não marcou gols este ano, vive um jejum de nove meses sem balançar as redes, e é visto com desconfiança pela torcida e até pelo técnico Muricy Ramalho, que deixa claro que espera a contratação de um homem gol.

– Acredito que, com a chegada de mais dois reforços, sendo um centroavante e outro meia, vamos fechar o plantel para esta temporada. Estamos precisando, se chegar, podemos brigar lá na frente

Neste domingo, às 18h30, contra o Náutico, nos Aflitos, Bill tenta não só acabar com a seca de gols, como também mostrar que pode ser o “9” que os santistas esperam.

Se conseguir ir para as redes, além de tirar das costas o peso do jejum, o centroavante também colocará ponto final em uma triste marca santista neste Brasileirão: a equipe, que tem o pior ataque da competição, com apenas nove gols anotados, ainda não marcou fora de casa. Nos sete jogos como visitante – três empates e quatro derrotas – o time usou nove atacantes diferentes (além de Bill, Victor Andrade, Borges, Rentería, Alan Kardec, Neymar, Dimba, Geuvânio e Miralles) mas nem assim conseguiu vazar as defesas rivais.

Mesmo ciente do momento difícil que ele e o Santos vivem, Bill projeta glórias no Peixe e quer marcar logo para finalmente deslanchar.

– Agradeço a confiança que foi me dada e acredito que posso fazer história aqui como fiz no Coritiba. O que falta é só o gol sair. Vou trabalhar para engrenar no Santos – disse atacante, que foi apresentado na última semana, mesmo já tendo feito dois jogos pelo clube de Vila Belmiro.

Se o ataque não vai bem, Muricy fez questão de pelo menos fortalecer a defesa e, com desfalques, vai escalar o time com três zagueiros. A intenção é fortalecer lá atrás e confiar que Bill pode dar conta na frente...

Bill será o camisa 9 do Santos contra o Náutico (Foto: Ivan Storti)

Só Miralles foi às redes no BR-12

A fase do ataque santista, de fato, não é boa. Prova disso é que dentre todos os homens de ataque da equipe a disposição do técnico Muricy Ramalho apenas o atacante Miralles balançou as redes neste Campeonato Brasileiro.

O argentino marcou justamente no última partida, quando, o Peixe venceu a Ponte Preta, na Vila Belmiro, por 2 a 1.

Além dele, Neymar já anotou duas vezes neste Brasileiro, porém a Joia ainda deve desfalcar o Santos por mais três rodadas antes de voltar da Seleção Brasileira.

Bill, Geuvânio, V. Andrade e Dimba, outros atacantes do elenco que já entraram em campo no BR-12, seguem em branco.

Na temporada, Neymar é o artilheiro do Peixe, com a incrível marca de 30 gols em 31 jogos. Alan Kardec, que já deixou o clube, é o vice, com 11 gols em 35 partidas.

Você comentarista: