Com gramado irregular, Couto Pereira recebe últimos ajustes antes da final

Funcionários reforçam demarcação das linhas do campo da decisão e montam Green Hell, telão, puxadinho...

Caio Carrieri - 10/07/2012 - 11:54 Enviado especial a Curitiba (PR)

Couto Pereira (Foto: Caio Carrieri)

A manhã desta terça-feira foi de muito trabalho no Couto Pereira, palco da decisão da Copa do Brasil entre Coritiba e Palmeiras, às 21h50 desta quarta. O Coxa fará o último treino no estádio às 15h. Quem colocou a mão na massa foram os diversos funcionários que tiveram de enfrentar sol intenso e uma brisa fresca.

Eles se dividiram entre reforçar a demarcação das linhas do gramado, montar um batalhão de refletores para o Green Hell (festa coxa-branca com show de luzes) atrás de um dos gols, instalar um telão do lado oposto e um "puxadinho" para abrigar boa parte da imprensa acima do setor Mauá (cadeiras).

Se o campo ganhou tinta nova, o gramado apresenta alguns trechos de irregularidade. Em uma das áreas, diversas placas de grama remendam o solo, o que pode dificultar uma possível e decisiva cobrança de pênalti por ali.

Gramado do Couto Pereira tem problemas (Foto: Caio Carrieri)

Sobre a festa preparada pela torcida mandante, holofotes nas cores branca e verde serão ligados e muita fumaça também agitará o Inferno Verde no Alto da Glória, que deve receber cerca de 35 mil pessoas para pressionar o Alviverde paulista.

Nesta manhã, torcedores do Coxa formaram fila no Couto em busca e esgotaram os cerca de 600 ingressos que ainda restavam para a finalíssima.

Por ter vencido o primeiro jogo por 2 a 0, na Arena Barueri, o Palmeiras tem a vantagem do empate e de poder perder por um gol de diferença para levar o título. Em caso de 2 a 0 a favor dos paranaenses, decisão por pênaltis.

Você comentarista: