William Morais é morto vítima de assalto em Belo Horizonte

Ao deixar uma boate, jogador foi baleado nas costas na tentativa de fugir dos assaltantes

Bruno Andrade e Guilherme Palenzuela - 06/02/2011 - 05:34 São Paulo (SP)

Willian Morais - foto: Tom Dib

O meia William Morais, revelado pelo Corinthians e que estava emprestado ao América-MG, foi assassinado na madrugada deste domingo, na Região da Pampulha, em Belo Horizonte, vítima de assalto.

Ao deixar uma boate, por volta das 2h, acompanhado de uma garota e de outros jogadores do clube mineiro, ainda não identificados, William foi abordado por três homens. O jogador tentou fugir e foi atingido com um tiro nas costas. O principal alvo dos ladrões seria uma corrente que o jogador usava. A Polícia Militar de Belo Horizonte não confirma a presença de outros jogadores do América-MG no local, apenas da garota que acompanhava o atleta. Não houve outros feridos.

As primeiras informações surgiram no início da madrugada. Pelo Twitter, o lateral-esquerdo Dodô, também revelado pelo Corinthians e atualmente no Bahia, levantou a suspeita do acontecido.

Em contato com a reportagem do LANCENET!, o IML (Instituto Médico Legal) de Belo Horizonte confirmou a morte do jogador, de apenas 19 anos. O corpo de William Francis de Oliveira Morais chegou ao local às 4h20.

No início da manhã deste domingo, a Polícia Militar informou que os três suspeitos de realizarem o assalto já foram presos, após serem reconhecidos pela garota que acompanhava William. Darisson Carlos Ferraz, autor do disparo contra o jogador, tem 18 anos. Além dele, Hebert da Silva Lopes e Deivison Carlos Basilio Moreira também já estão presos. O trio já possuia ficha criminal e havia sido preso outras vezes.

A informação foi passada ao LANCENET! pelo soldado Lima, do 34º Batalhão da Polícia Militar de Belo Horizonte, que participou da prisão do trio de assaltantes.

- Ele estava em uma festa, tinha saído e estava na porta, conversando com uma garota. Três individuos o abordaram e anunciaram o assalto, pedindo para que ele entregasse seus pertences. Assustado, ele tentou fugir e saiu correndo. Foi baleado com um tiro nas costas e morreu na hora. O serviço de emergência chegou e tentou reanimá-lo, mas não conseguiu - declarou.

Segundo o soldado, a prisão foi realizada logo após o reconhecimento dos criminosos. Os três marginais já tinha passagem pela Polícia Militar e a prisão foi realizada na casa do autor dos disparos.

- Os assaltantes são da região, moram próximos ao local do crime. A garota que estava com ele reconheceu dois dos assaltantes por meio de um catálogo de fotos que temos aqui. Fomos até a residência do autor dos disparos e realizamos a prisão e apreendemos a arma - finalizou.

O corpo do jogador será levado para Osasco, onde será sepultado no Cemitério Jardim Santo Antonio.

*Atualizado às 15h10

Você comentarista: