Vasco recusa proposta do Corinthians e tenta aumentar participação em Dedé

Após reunião nesta quarta-feira, diretoria cruz-maltina veta transferência e agora busca parceiro para bancar a compra de parte dos direitos do zagueiro

Bruno Marinho e Rodrigo Ciantar - 23/01/2013 - 17:46 Rio de Janeiro (RJ)

Dedé - Boavista x Vasco (Foto: Paulo Sergio)

A diretoria do Vasco recusou nesta quarta-feira, em reunião com representantes da Liga - grupo de investidores que possuem 45% dos direitos de Dedé - a proposta do Corinthians para contratar o jogador, de cerca de 8 milhões de euros (aproximadamente R$ 21 milhões).

O Cruz-Maltino pretende ainda adquirir a parte dos direitos do zagueiro pertencente a Liga, evitando assim, o risco de perdê-lo neste primeiro momento. A diretoria já manifestou aos empresários que busca um parceiro para fazer este investimento. Por contrato, o clube tem a prioridade em exercer a compra da fatia.

O Corinthians não participou da reunião desta tarde, no Rio de Janeiro. Os valores foram passados diretamente por um representante da Liga.

Segundo o LANCE!Net apurou, o Vasco precisará buscar aproximadamente R$ 10 milhões para obter a maior parte dos direitos de Dedé. O clube tem a intenção de ficar com 100%, por isso, compraria também os direitos pertencentes a Abilitty (10%). Os dirigentes cruz-maltinos já iniciaram a busca por parceiros.

O diretor geral Cristiano Koehler e o diretor executivo René Simões concederão entrevista coletiva sexta-feira, às 14h, para falar sobre o assunto.

O interesse do Corinthians por Dedé teve início logo após a conquista do Mundial de Clubes da Fifa, em dezembro. No início deste ano, contatos foram feitos e uma proposta foi apresentada aos investidores, detentores de 55% dos direitos do defensor (45% da Liga e 10% da Abillity).

No início da semana, houve uma primeira reunião e os investidores aceitaram vender o jogador. O Vasco, porém, deixou claro que não pretende perder o zagueiro por agora.

Você comentarista: