Técnico do Sport reclama do Estádio Ademir Cunha

PC Gusmão criticou a decisão da CBF e FPF de atuar no estádio que sofre com as péssimas condições do gramado

Craque do Futuro - 19/10/2011 - 13:29 Recife (PE)

Sem poder jogar na sua cidade e no seu estádio, o Cornélio de Barros, o Salgueiro teve que se mudar para a cidade de Paulista logo no início da Série B. Logo foi abrigado no Estádio Ademir Cunha, onde disputou grandes partes dos jogos da competição como mandante, mas teve que deixá-lo por intermédio da CBF. O motivo foram as péssimas condições do gramado.

Porém, para o jogo contra o Sport na última terça-feira, o Carcará voltou ao Ademir Cunha, o que causou irritação no técnico rubro-negro, PC Gusmão.

- Não entendi a FPF nem a CBF. Os principais adversários, Boa, Americana e Portuguesa jogam na Ilha, Arruda e Aflitos. E nós jogamos aqui. Se a CBF viesse aqui tenho certeza que vetaria. Sabíamos que seria uma luta e felizmente saímos com o resultado positivo - disse o técnico do Sport.

Mas depois da partida e já de cabeça fria após a vitória Sport por 1 a 0, PC preferiu falar sobre o jogo, que segundo ele, teve domínio absoluto do Sport.

- Foi jogo de um time só, que buscou a vitória o tempo todo, contra outro que não queria jogo, praticou o mesmo anti-jogo do Bragantino. Mas premiou esse grupo que vem trabalhando - finalizou PC Gusmão.

Você comentarista: