Souza pede ritmo de decisão contra reservas do Timão

Volante do Grêmio afirma que grupo não pode ter sobre ele 'pressão' e 'obrigação' apenas por enfrentar suplentes

Eduardo Moura - 09/06/2012 - 13:00 Porto Alegre (RS)

Souza, do Grêmio (Foto: Lucas Uebel/Grêmio)

Anunciada já no meio da semana, a participação do time reserva do Corinthians na partida deste domingo, às 17h, no Olímpico, ligou uma espécie de sinal de alerta no Grêmio. Nenhum dos jogadores gremistas espera facilidade na quarta rodada do Brasileirão e usam o discurso para manter a motivação alta.

O Tricolor vem em um bom momento no Brasileirão. Na última quarta-feira, ganhou fora de casa do Atlético-GO, e pulou para a parte de cima da tabela. Pretende se manter assim, mas os jogadores não veem mais responsabildade pela presença de suplentes.

E MAIS
> Luxa exalta elenco paulista: 'Tão duro quanto titulares'
> Em manhã agitada, Grêmio fecha preparação em rachão com Werley

- Acho que temos que entrar sem essa pressão e obrigação de ganhar, independente de quem joga no domingo, é o Corinthians, é um time grande. Temos que aproveitar o momento deles no Brasileiro, e aproveitar o nosso também. Estamos bem e confiantes, temos que usar isso em nosso prol no domingo – explicou Souza.

Com a Copa do Brasil no horizonte, Souza descarta utilizar a partida de domingo como um degrau para a semifinal com o Palmeiras. Como se fosse uma preparação. Até porque a ideia gremista é se manter no topo da tabela até terminar sua participação na Copa – se possível, com o título.

- Não vejo como preparação. O jogo com o Corinthians é mais uma decisão, são 38 jogos de decisão no Campeonato Brasileiro. A preparação já foi durante a parada, é jogar para vencer tanto em um quanto no outro, sem distinção – declarou o camisa 5.

O Grêmio só tem uma dúvida: Vilson ou Werley na zaga. No restante das posições, o time está definido com Victor; Gabriel, Werley (Vilson), Gilberto Silva e Pará; Fernando, Souza, Léo Gago e Marco Antônio; Miralles e André Lima.

Você comentarista: