Série B: Ceará tenta subir na tabela contra o Atlético-PR

Vozão ocupa a zona de rebaixamento. Furacão pode se aproximar dos líderes ou dos lanternas

LANCEPRESS! - 22/06/2012 - 20:12 Fortaleza (CE)

Apresentação Ceará x Atlético-PR

Ocupando a zona de rebaixamento da Série B, o Ceará recebe o Atlético-PR, neste sábado, às 16h20, no Presidente Vargas. O Vozão somou até o momento cinco pontos em seis jogos e está na 17ª colocação. O Furacão, por sua vez, não está muito melhor e, com sete pontos, é apenas o 12º.

Vindo de um empate fora de casa contra o Joinvile, o Ceará não deve ter mudanças em sua equipe. Sem qualquer problema com lesões ou suspensões, o técnico Paulo Cesar Gusmão manteve hno treino da última quinta-feira a mesma formação dos últimos dois jogos.

Ciente de que a equipe anda devendo, o volante Jardel afirma acreditar numa evolução gradativa do Ceará.

- Os times estão começando a mostrar a sua cara no campeonato e o Ceará está nesta fase. Estamos há dois jogos sem derrota e a equipe vai melhorar a cada jogo, fazendo com que o Ceará suba na tabela - disse ao site oficial.

Já o Atlético-PR, no meio da tabela, vê a partida sob dois ângulos. Se vencer, aproxima-se dos líderes. Porém, em caso de tropeço, fica de cara com a zona de rebaixamento. Mesmo com a competição ainda em seus primeiros jogos, não é uma condição desejável.

O técnico Ricardo Drubsky ainda não definiu a equipe, mas, levando-se em consideração os últimos treinamentos, deixa claro que tem apenas uma dúvida e ela paira no meio de campo: Pablo e Renan Foguinho disputam uma vaga. De resto, a base do time será mantida.

FICHA TÉCNICA:
CEARÁ X ATLÉTICO-PR

Local: Presidente Vargas, Fortaleza (CE)
Data/hora: 23/6/2012 - 16h20 (de Brasília)
Árbitro: Gleidson Santos Oliveira (BA)
Auxiliares: Marcos Rocha de Amorim (BA) e José Dias da Hora (BA)

CEARÁ: Fernando Henrique, Apodi, Daniel Marques, Luizão e Eusébio; Éverton, Jardel, Robston e Rogerinho; Mota e Romário. Técnico: Paulo Cesar Gusmão.

ATLÉTICO-PR: Weverton, Gabriel Marques, Manoel, Cleberson e Heracles; Deivid, Renan Teixeira, Pablo (Renan Foguinho) e Paulo Baier; Edigar Junio e Fernandão. Técnico: Ricardo Drubscky.

Você comentarista: