Edu Dracena sugere nova fórmula para o Paulistão

Zagueiro propôs que os clubes grandes entrassem no decorrer do campeonato, o que diminuiria número de jogos disputados

LANCEPRESS! - 12/04/2012 - 18:10 Santos (SP)

Edu Dracena - Santos (Foto: Ivan Storti)

A fórmula utilizada no Campeonato Paulista segue sendo motivo de críticas por parte dos jogadores. Nesta quinta-feira foi a vez do capitão do Santos, Edu Dracena, reclamar do excessivo número de jogos na fase preliminar. O zagueiro sugere uma novo sistema de disputa para o Estadual.

- Poderia ter outra fórmula de campeonato, com os grandes entrando do meio para a frente, talvez. As equipe disputando um quadrangular entre elas poderia ser a solução. É preciso rever a forma do campeonato, pois acaba sendo muito desgastante - disse o capitão

A indignação do zagueiro se deve ao grande número de jogos em que o Peixe disputou nesta temporada. Ainda no ínício do ano, o time já disputou 23 partidas, entre jogos do Paulistão e Copa Santander Libertadores.

Ano passado, a maratona de jogos acabou prejudicando a equipe alvinegra no segundo semestre, na disputa do Campeonato Brasileiro. Jogadores como o volante Adriano, e o meia Paulo Henrique Ganso foram alguns dos que se lesionaram e desfalcaram a equipe do técnico Muricy Ramalho.

Para evitar que a história se repita, a comissão técnica alvinegra trabalha com esquema de refortalecimento muscular, para evitar futuras lesões. Esta semana acabou sendo muito importante para a equipe. Sem precisar atuar no meio de semana, o Peixe pôde aprimorar o condicionamento físico para o mata-mata do Paulistão e Libertadores.

- Essa semana foi muito importante para nós, bem proveitosa. Podemos aprimorar a parte fisica, técnina, e até mesmo a mental. Na próxima semana ja temos decisões, mata-mata, não podemos perder. Trabalhamos firme nesta semana para poder colher o fruto logo mais a frente - concluiu Edu Dracena.

O Peixe volta a jogar neste domingo, pela última rodada do Paulistão Chevrolet, diante do Catanduvense, na Vila Belmiro. O técnico Muricy Ramalho ainda não confirmou se mandará a equipe titular a campo, mas deve escalar força máxima.

 

Você comentarista: