Ponte Preta surpreende o Cruzeiro e garante a vitória

Derrota faz com que o Cruzeiro caia três posições e com que a Ponte Preta suba uma colocação na tabela

LANCEPRESS! - 05/08/2012 - 20:25 Belo Horizonte (MG)

O Cruzeiro decepcionou, novamente, os seus torcedores que compareceram ao Estádio Independência. Neste domingo, foi a vez da Ponte Preta visitar o Campo do Horto e garantir um resultado positivo no Campeonato Brasileiro. O duelo, válido pela 14ª rodada da principal competição nacional, terminou 2 a 1 para a equipe de Campinas.

Os gols da Raposa chegam no seu celular em tempo real!

O triunfo coloca a Macaca na nona colocação da tabela, uma acima da que começou a rodada, com 19 pontos. Já a Raposa está na oitava posição. Com o revés deste fim de semana, a equipe mineira caiu três lugares na classificação e permanece com 23 pontos.

Veja! Ponte Preta vence o Cruzeiro em Minas

O JOGO
O Cruzeiro começou a partida com uma leve superioridade em relação a Ponte Preta. Usufruindo da troca de passes rápidas, a equipe de Belo Horizonte sofreu dificuldades no momento do último passe. Tinga, Montillo e Wallyson - atletas responsáveis pela criação de jogadas - sofreram para furar o bloqueio adversário. Aos dois minutos, Borges lançou Wallyson, que fez corta-luz para Diego Renan. O lateral-esquerdo, no entanto, concluiu por cima do gol de Roberto.

Fechada no campo defensivo, a Macaca esperou apenas um erro do mandante para sair com um contra-ataque rápido. No primeiro lance deste tipo, o time de Campinas se aproveitou de uma falha de posicionamento da retaguarda celeste para abrir o placar, aos 18 minutos, com Cicinho - lateral improvisado no meio de campo. Após o gol do time alvinegro, a Raposa não se intimidou e continuou incomodando, mas novamente esbarrou na forte marcação do rival.

Apesar da vantagem pontepretana no placar, o Cruzeiro foi superior nos lances de perigo. Aos 24 minutos, Tinga tabelou com Wallyson e finalizou forte. A bola desviou em Baraka e obrigou o goleiro do time campineiro a realizar ótima defesa. A Macaca seguiu utilizando os contragolpes. Em nova jogada rápida, Marcinho perdeu um gol incrível, aos 35 minutos. Nos lances seguintes, Wallyson e Borges tiveram boas oportunidades, mas desperdiçaram.

Após perder algumas chances, a Raposa conseguiu o empate em um lance individual. O meia-atacante Montillo criou boa jogada e colocou o artilheiro Borges na cara do gol. O camisa 9 apenas empurrou para o fundo da rede de Roberto, igualando o marcador aos 47 minutos.

SEGUNDO TEMPO
Sem modificações durante o intervalo de jogo, as duas equipes voltaram com muita vontade para campo. Logo aos dois minutos, o meia-atacante Marcinho cobrou falta e contou com uma falha do goleiro Fábio para aumentar o marcador para a Ponte Preta. No primeiro lance de ataque após o gol, Borges acertou a trave do esquerda de Roberto. Léo, aos cinco minutos, cabeceou forte, obrigando o goleiro pontepretano a realizar ótima defesa.

Após exercer uma pressão inicial, o Cruzeiro sofreu com a apatia de seu setor de criação. Não é à toa que o time voltou a incomodar apenas aos 25 minutos de partida. Ceará cobrou falta, Borges desviou para gol, obrigando Roberto a realizar excelente defesa. A necessidade de marcar fez com que o time mandante avançasse o posicionamento. Com isso, a Raposa cedeu contra-ataques à Ponte Preta. Aos 36 minutos, os atacantes Roger e Rildo falharam nas conclusões. Depois disso, o Cruzeiro até tentou, mas não conseguiu estufar a rede do goleiro rival.

FICHA TÉCNICA
CRUZEIRO 1 X 2 PONTE PRETA

Local: Estádio Independência, em Belo Horizonte (MG)
Data/Hora: 3/8/2012 - 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Edivaldo Elias da Silva (PR)
Auxiliares: Rodrigo Pereira Joia (RJ) e Ivan Carlos Bohn (PR)
Público/renda: 15.103 pessoas / R$ 393.565,00

Cartões amarelos: Ceará, Léo, Leandro Guerreiro e Wellington Paulista (CRU); Tiago Alves, Rildo, Roberto e Roger (PON)

Gols: Cicinho (18'/1ºT); Borges (47'/1ºT); Marcinho (2'/2ºT)

CRUZEIRO: Fábio; Ceará (Souza - 27'/2ºT), Léo, Victorino e Diego Renan; Leandro Guerreiro, Charles, Tinga (Marcelo Oliveira - 28'/2ºT) e Montillo; Wallyson (Wellington Paulista - 13'/2ºT) e Borges. Técnico: Celso Roth.

PONTE PRETA: Roberto; Gerônimo, Gustavo, Tiago Alves e Uendel; Baraka, Somália (Renê Júnior - 16'/2ºT), Cicinho e Marcinho (Caio - 23'/2ºT); Rildo (Diego Sacoman - 42'/2ºT) e Roger. Técnico: Gilson Kleina.

Você comentarista: