Helinho comemora acerto na estratégia e o 4º lugar em SP

O brasileiro Helio Castroneves, da Penske, achou importante não se distanciar tanto de Will Power no campeonato

LANCEPRESS! - 29/04/2012 - 17:43 São Paulo (SP)

O piloto Helio Castroneves, da Penske, foi o melhor brasileiro colocado entre todos na São Paulo Indy 300. Após largar no fundo do grid, Helinho arriscou parar logo no início para tentar chegar mais para frente na corrida e foi o quarto colocado. Além disso, o brasileiro gostou da energia positiva dada pelos torcedores que foram ao Anhembi.

- Carinho dos fãs pelo twitter, recado e andando aqui foi bom. Estava chateado por classificar em 20º (herdou duas posições depois). Na largada eu procurei manter tranquilidade. Quando mudava de marcha dava uma engasgada, então decidimos fazer estratégia diferente, ai começamos a fazer voltas rápidas e enquando deu bandeira amarela estavamos entre os dez primeiros - explicou o piloto da Penske.

 TV L! mostra os bastidores da São Paulo Indy 300

O brasileiro chegou a liderar a corrida por duas voltas durante as paradas nos boxes, e ao final, na relargada ganhou uma posição e quase chegou ao pódio conquistando a quarta posição e lembrou a importância de não se distanciar tanto na classificação do campeonato, que tem o brasileiro como vice-líder.

- Takuma arriscou muito na realargada. Já não cabe um carro. Eu estava cauteloso. Faltou pouco para ir ao pódio, mas estou muito contente. Deu uma distanciada do Will, mas abrimos uma vantagem importante pro terceiro colocado. Não acreditei muito na estratégia deles. Eles insitiram para eu entrar mesmo na nona volta. Queria ter certeza que eles tiveram, quero dar o parabéns pela estratégia - disse Helinho.

A próxima prova da temporada-2012 acontece em Indianápolis, corrida que tradicional do automobilismo. Helinho venceu as 500 Milhas por três vezes e aposta em um bom desempenho na próxima etapa, que acontece no dia 27 de maio. Além disso, lembrou que mesmo sendo conhecido por ir bem em circuitos mistos, Power poderá ir bem em um circuito oval.

- Oval muito competitivo. Will tem feito um super trabalho, assim como a equipe. Equipe foi super bem na pré-temporada. Espero que tenhamos uma briga interna. Estou a 44 pontos atrás, uma vitória vale 50 pontos, então não pode deixar passar desta margem. Nos ovais podemos ganhar terreno, mas o cara (Power) também entende de oval. Espero muito de Indianápolis para poder dar volta por cima. Espero poder ter briga interna - analisou o brasileiro.

Você comentarista: