Helinho: 'Power é muito forte, mas ovais é o ponto fraco'

Brasileiro lamenta posição no final do grid, torce por chuva e comenta mais um bom resultado de seu companheiro de equipe

LANCEPRESS! - 28/04/2012 - 18:04 São Paulo (SP)

Brasileiros falam sobre o fraco desempenho dentro de casa

O brasileiro Helio Castroneves, da Penske, lamentou a 21ª posição no grid de largada para a São Paulo Indy 300, analisou a pole position do seu companheiro Will Power e comentou sobre o que poderia acontecer em caso de chuva.

- O dia não foi tão bom. O acidente me pegou de surpresa, meu carro ficou pronto para a classificação, mas acabei errando a minha primeira volta e isso tirou a confiança, fiz uma volta muito conservadora e aí as chances são poucas,  não consegui fazer boas voltas, por isso ficamoso para trás. Não adianta chorar - lamentou o brasileiro, que fez uma breve, mas importante comentário sobre Power ter conquistado mais um bom resultado:

- No circuito de rua Will Power é muito forte, mas nos ovais este é o ponto fraco.

No ano passado, a chuva causou transtornos durante a corrida em São Paulo. Neste ano, os carros pegaram apenas pista seca durante o sábado, Helinho comentou sobre uma possível vantagem que teria em caso de uma mudança climática.

- A chuva ameniza o terreno perdido, a chuva nivela a competição e proporciona situação de erros com outros pilotos, mas tem de esperar amanhã para saber. Quero chuva, porque a gente pode judiar do carro para ir mais para gente. No seco fica mais complicado. vamos tentar trabalhar para ver o que acontece amanhã - concluiu.

Confira o show de imagens da Fórmula Indy em São Paulo

Você comentarista: