Fluminense vence São Paulo e se mantém na briga

Tricolor carioca vence equipe paulista e segue a apenas três pontos do líder Atlético-MG e mira liderança do Brasileirão

LANCEPRESS! - 09/08/2012 - 22:53 Rio de Janeiro (RJ)

Fluminense x São Paulo - Campeonato Brasileiro - Gol do Fred (Foto: Bruno de Lima)

A briga na ponta da tabela continua quente e não perdeu nenhum candidato ao título. O Fluminense viu os concorrentes Atlético-MG e Vasco vencerem e não fez por menos. A equipe das Laranjeiras venceu o São Paulo por 2 a 1 com gols de Leandro Euzébio e Fred, Cícero descontou, e ficou a apenas três pontos do Galo, líder da competição. A partida em São januário foi marcada mais pela correria do que pelas chances de gol.

Veja os melhores lances da vitória do Flu!

O jogo começou bastante rápido, mas as equipes pecavam na hora de dar o último passe e as defesas se sobressaíram muito, evitando qualquer oportunidade clara de gol. As jogadas se concentraram muito no meio de campo e, até lá, as ações eram equilibradas, deixando indefinido o domínio da partida para uma ou outra equipe.

> VOTE! Quem foi o melhor do Fluminense na vitória sobre o São Paulo?
> VOTE! Quem foi o melhor do São Paulo na derrota para o Fluminense?

A primeira boa oportunidade da partida surgiu apenas aos 18 minutos, quando Thiago Neves fez ótimo lançamento para Rafael Sobis, que dominou na frente da zaga, driblou João Filipe e chutou raspando a trave direita do goleiro Rogério Ceni, que, sem reação, apenas observou a bola sair pela linha de fundo.

Aos 28 minutos, Wallace quase colocou tudo a perder. Em uma bola pelo lado direito da grande área do Fluminense, o camisa 16 tentou passar por Ademílson que tomou-lhe a bola e tocou para Jadson. O camisa 10 do São Paulo tocou com categoria para o gol, mas Diego Cavalieri desviou a bola com os dedos e realizou uma grande defesa.

As boas oportunidades começavam a aparecer, mas a agressividade das duas equipes ainda era baixa e o jogo era marcado pelo respeito das duas equipes com seu adversário. O toque final continuava a ser o pior dos fundamentos e, por isso, a monotonia só não tomava conta pela boa troca de passes e pela expectativa do acerto.

E ele veio apenas aos 35 minutos. Em falta próxima à grande área do São Paulo, Thiago Neves pediu que os zagueiros do Fluminense fossem para a grande área. Com a jogada aérea reforçada pela altura de ambos os defensores, o camisa 7 levantou a bola, e Leandro Euzébio, no meio da defesa adversária, desviou de cabeça, de costas para o gol, abrindo o placar sobre o time de Rogério Ceni, que saiu junto com o camisa 4, mas não achou nada.

No entanto, quem com ferro feriu, com ferro foi ferido. Em uma jogada semelhante, Jadson levantou bola na área do Fluminense e Cícero, sem qualquer marcação, desviou de cabeça para o fundo do gol e empatou a partida a dois minutos do fim do primeiro tempo.

Flu marca com Fred e administra

O segundo tempo começou a todo vapor. Logo aos cinco minutos, o Fluminense fez questão de retomar a frente do placar. Jean, ex-São Paulo, ergueu uma bela bola na área de seu antigo clube, e ela encontrou a cabeça do artilheiro Fred, que testou no contrapé de Rogério Ceni para marcar o segundo gol carioca.

No minuto seguinte, boa investida do Fluminense. Fred tabelou com Wágner que devolveu errado. O zagueiro João Filipe cortou mal, Rhodolfo não conseguiu tirar, e Rafael Tolói chegou atrasado. Rogério Ceni consegue afastar e, na sobra, Rafael Sobis chutou de fora da área, mas a bola passou longe da meta sãopaulina.

O gol deu novo ânimo ao Fluminense, que comandava as ações. O São Paulo apostava nos contra-ataques em velocidades, mas ainda errando o último passe. As chances do time de Abel esbarravam na forte marcação da equipe paulista, mas eram mais constantes.

Aos 27 minutos isso ficou muito claro. Thiago Neves cruzou forte, Rafael Moura retomou a bola pela direita e recuou para Diguinho, que havia entrado no lugar de Wagner. O volante enfiou para Rafael Sobis, que dominou e chutou forte raspando a trave esquerda de Rogerio Ceni.

Com a entrada de Diguinho, de volta após longa lesão, o Fluminense perdeu um pouco na criação de jogadas, mas ganhou na contenção dos avanços sãopaulinos e, nos contra-ataques, criava perigo ao gol de Rogério Ceni. Ao tricolor carioca, bastou equilibrar as ações e administrar a vitória por 2 a 1.

Terceiro colocado, com 32 pontos, o Fluminense recebe agora o Palmeiras, no Engenhão, no próximo domingo, às 18h30. No mesmo dia, às 16h, o São Paulo, sexto na tabela, com 25 pontos, recebe o Grêmio, no Morumbi.

FICHA TÉCNICA
FLUMINENSE 2 X 1 SÃO PAULO

Local: São Januário (RJ)
Data/hora: 9/8/2012 - 21h
Árbitro: Heber Roberto Lopes (Fifa-PR)
Assistentes: Nadine Câmara Bastos (SC) e Bruno Boschilia (PR)
Cartões amarelos: Rafael Tolói, Jadson (SPO)
Cartões vermelhos: -
Renda/Público: R$ 61.604,00 / 3.938 pagantes - 5.799 presentes

GOLS: Leandro Euzébio 35'/1ºT (1-0); Cícero 43'/1ºT (1-1); Fred 5'/2ºT (2-1)

FLUMINENSE: Diego Cavalieri; Wallace, Gum, Leandro Euzébio e Carlinhos; Edinho, Jean, Wágner (Diguinho - 26'/2ºT) e Thiago Neves (Matheus Carvalho - 34'/2ºT); Rafael Sobis e Fred (Rafael Moura - 13'/2ºT) - Técnico: Abel Braga.

SÃO PAULO: Rogério Ceni; João Filipe (Paulo Assunção - 24'/2ºT), Rafael Toloi e Rhodolfo; Douglas, Denilson, Maicon (William José - 14'/2ºT), Jadson e Cortez, Ademilson e Cícero (Casemiro - 31'/2ºT) - Técnico: Ney Franco.

Você comentarista: