Fernanda Garay deixa o Sollys/Nestlé

Ponteira, melhor atacante da última edição da Superliga, irá jogar no exterior

LANCEPRESS! - 15/04/2013 - 20:35 Osasco (SP)

Fernanda Garay (Foto: Préu Leão/AGF/Divulgação)

A ponteira Fernanda Garay oficializou nesta segunda-feira sua saída do Sollys/Nestlé. Melhor atacante da Superliga Feminina 2012/2013, a jogadora decidiu deixar a equipe para jogar no vôlei do exterior.

– Foi opção minha. Tenho certeza que deixo as portas abertas e que a minha história no Sollys não terminou. Agradeço o carinho da torcida, das jogadoras, dos profissionais envolvidos e a todo suporte da Nestlé. Deixo o time com uma imagem totalmente positiva e ciente de que joguei em um grupo que ficou marcado na minha carreira. Estive em uma equipe que disputou a final de todos os campeonatos e que conseguiu formar um grupo muito forte e com uma amizade muito grande – afirmou Garay.

A saída da jogadora resolve um problema para o Sollys. Com a divulgação do ranking de pontuação das jogadoras para a próxima temporada, a equipe paulista passou a ter de dispensar uma jogadora de setes pontos, a máxima. Pelo regulamento da Confederação Brasileira de Vôlei (CBV), um time só pode ter três atletas deste nível na Superliga.

O Sollys já anunciou a renovação de contrato da oposto Sheilla e da central Thaísa. Com isso, ficou com espaço para apenas uma. Essa jogadora pode ser a ponteira Jaqueline.

O destino de Garay deve ser revelado ainda esta semana. Mas não será o Rabita Baku, do Azerbaijão, clube que havia feito uma proposta.

Aos 26 anos, a ponteira jogou por uma temporada no Sollys, disputou 46 partidas e foi campeã paulista, sul-americana e mundial, além de vice da Superliga. Ela foi a maior pontuadora da competição, com 326 pontos. Destaque para a vitória sobre o Sesi-SP, no primeiro turno, quando o Sollys perdia por 2 sets a 0 e a jogadora comandou a virada, anotando 36 pontos e igualando o recorde de pontos em um único jogo da Superliga.

Além de Sheilla e Thaísa, também renovaram contrato com o Sollys a central Adenízia, a líbero Camila Brait e a levantadora Fabíola.

Você comentarista: