Exclusivo! Conheça o refúgio milionário de Ricardo Teixeira nos Estados Unidos

Presidente da CBF escolhe mansão de R$ 2 milhões para se refugiar em meio a denúncias e possibilidade de renúncia

Fernando Santos - 22/02/2012 - 08:47 Em Boca Raton (EUA)

Especial - Ricardo Teixeira (Foto: Fernando Santos)

A escolha parece ter sido feita a dedo. Entre as cidades de Boca Raton e Palm Beach, próxima a Miami, Ricardo Teixeira se refugia num condomínio de alto luxo com acesso pela sugestiva Champion Boulevard.

É uma mansão cercada por um exclusivo campo de golfe o abrigo americano do presidente da CBF.  Ele voou para lá quando deixou o Brasil em meio a denúncia de um depósito milionário na conta de sua filha de 11 anos e notícias cada vez mais intensas de que, acuado e perdendo poder político, deixaria o seu cargo no comando do futebol brasileiro - como acabou acontecendo nesta segunda-feira.

E MAIS:
- Teixeira tem sala em seu nome no aeroporto de Boca Raton

O cartola esteve numa casa luxuosa no número 5896 da Vintage Oaks Circle, que fica dentro do condomínio The Polo Club. Este é um de dois endereços registrados na Florida em nome de Ricardo Terra Teixeira, 64 anos, nascido em 20 de junho de 1947, exatamente como consta nos documentos pessoais do dirigente.

O outro endereço é uma sala no aeroporto para jatinhos particulares de Boca Raton, segundo documento público obtido pelo LANCENET! através da empresa de rastreamento de dados Intelius, sediada em Washington, a capital americana. De acordo com esse documento, a mansão de Teixeira está avaliada em US$ 1.177.542 (R$ 2,017 milhões) Ela não está registrada em nome do dirigente. O proprietário é a empresa Joio Properties Lic. No registro público, porém, consta se tratar do “endereço” de Teixeira.

Refúgio fica em área que até praias são privativas  (Foto: Fernando Santos)

A mansão tem 1.324,36 metros quadrados. Só a garagem tem 227,38 metros quadrados. São três quartos e quatro banheiros. A casa foi construída em 1997, quando foi comprada pela Globul Anstalt por US$ 924.400 (R$ 1,8 milhão em valores da época). Em 1 de março de 2001, a Joio Properties Lic. comprou a mansão por US$ 800 mil (R$ 1,6 milhão em calores da poca), o que corresponde a uma desvalorização em uma área onde a tendência é sempre de alta.

O condomínio The Polo Club é um entre pelo menos dez na região de Boca Raton que mantém o mesmo estilo: casas luxuosíssimas em volta de um exclusivo campo de golfe.

No caso do The Polo Club, o campo para os golfistas fica logo à direita da portaria de entrada. Bem ao lado fica o Palm City Polo, um centro de equitação, que é uma das paixões do dirigente e de sua filha.

RESIDÊNCIA É SEDE DE EMPRESA

A casa onde Teixeira está também é sede de uma empresa que o dirigente abriu em 20 de janeiro em sociedade com sua mulher, Ana Carolina Wigand Pessanha Rodrigues. De acordo com reportagem da “Folha de S.Paulo” publicada sábado, o número 5896 da Vintage Oaks Circle está registrado como sede da Kronos Capital Investiments. A empresa de Teixeira, segundo registro público, tem como objetivo “fazer todo e qualquer negócio dentro da lei”. O registro da casa, porém, é residencial, e não comercial.

DIRIGENTE ATENDE O INTERFONE DA MANSÃO

Ricardo Teixeira atendeu o interfone na manhã de segunda no condomínio The Polo Club, na ligação feita pelo segurança para o número 5896 da Vintage Oaks Circle.

A reportagem do LANCENET! chegou ao local por volta de 10h. O segurança confirmou o endereço e pediu a identificação do visitante para liberar a entrada.

Em seguida, o segurança ligou para o endereço de Teixeira, que disse não estar esperando ninguém naquele momento.

Como Teixeira se recusa a falar com o LANCENET! há vários anos, sem explicar denúncias feitas pelo Diário e outros órgãos de imprensa, a reportagem não insistiu em falar com o dirigente. Apenas questionou o segurança:

– Neste endereço mora uma pessoa chamada Ricardo Teixeira?

– Sim, foi ele quem atendeu a ligação – respondeu o segurança.

Em seguida, a reportagem pediu para fotografar a entrada do condomínio e o campo de golfe que fica logo à direita da portaria. O segurança não se opôs:

– Por mim, não há problema.

Porém, após alguns cliques já dentro do condomínio, dois seguranças num veículo da frota interna determinaram à reportagem do LANCENET! que deixasse o local.

Você comentarista: