Ex-jogador que assumiu ser gay pode voltar aos gramados

Robbie Rogers admitiu que pendurou as chuteiras por medo da reação de seus colegas de equipe. Ele vem treinando no Los Angeles Galaxy

LANCEPRESS! - 01/05/2013 - 09:00 Los Angeles (EUA)

Robbie Rogers (Foto: Divulgação/Leeds United)

Robbie Rogers, que ficou conhecido após pendurar as chuteiras ao revelar que era gay, está pronto para voltar aos gramados em breve. Em entrevista à "CNN", o ex-jogador admitiu que só saiu do futebol por medo da reação de seus colegas.

No entanto, o apoio tem sido tanto que o americano já cogita seu retorno ao futebol profissional. Ele tinha um pré-acordo com o Chicago Fire, que mantém a oferta, e vem treinando no Los Angeles Galaxy.

 - Há uma boa chance de eu voltar ao futebol profissional, mas eu preciso de alguns meses para relaxar, surfar e curtir minha família - comentou Rogers, que tem 18 jogos com a camisa da seleção americana.

Frank Klopas, técnico do Chicago Fire, admitiu que está esperando com ansiedade o retorno de Rogers para tentar contratá-lo:

 - Antes de ele se assumir, nós tínhamos um acordo porque achamos que Robbie é um grande jogador e sabíamos que ele iria sair de seu time na Inglaterra. Isso não mudou nada. É ótimo que ele esteja pensando em voltar. Trata-se de um atleta jovem, que tem muitos bons anos à sua frente. Depois que ele ficar velho, pode se arrepender. Acho muito bom que ele esteja pensando em voltar.

No entanto, o fato de o jogador já morar em Los Angeles e estar treinando com o Galaxy pode facilitar seu retorno ao futebol pela equipe de Landon Donovan e Robbie Keane.

Rogers começou sua carreira profissional no Heerenveen, da Holanda, e passou por Columbus Crew, dos Estados Unidos, além do Leeds United e do Stevenage (seu último clube), ambos da Inglaterra.

Você comentarista: