Empresário recusa Gustafsson e reafirma: 'Lyoto quer o Jon Jones'

Jorge Guimarães explica ao L!Net que brasileiro está só aguardando vencedor de Jones x Sonnen pelo cinturão e que não pensa a respeito do pedido do sueco: 'Não faz sentido'

Luis Fernando Coutinho - 15/04/2013 - 16:30 Rio de Janeiro (RJ)

Lyoto Machida (Foto: Divulgação/UFC)

Após a derrota para Jon Jones no UFC 140, que aconteceu em dezembro de 2011, quando foi finalizado no segundo round, Lyoto Machida não pensa em outra coisa a não ser na revanche contra o atual campeão dos meio-pesados. Após o revés, o brasileiro venceu Ryan Bader e Dan Henderson para recuperar o direito de disputar o título da categoria. Com a chance em sua frente, o lutador não pretende abrir mão da posição para aceitar o pedido de Alexander Gustafsson, que solicitou ao evento um combate contra o brasileiro. Em entrevista exclusiva ao LANCE!Net, Jorge Guimarães, empresário do atleta, afirmou que o possível duelo "não faz sentido" no momento. 

Ao ser perguntado sobre sua opinião em relação ao pedido de Gustafsson por Lyoto, o empresário explicou a posição que o carateca exerce no momento e que o desejo por uma revanche com Jon Jones é maior do que qualquer coisa.

- O Lyoto está em stand by (em espera), esperando o vencedor entre Jon Jones e Chael Sonnen. Acho quase impossível o Chael vencer essa luta, mas tudo pode acontecer. Luta é luta. Mas, isso já foi marcado. Não tem história. Lyoto é o contender número um e está só esperando para ver quem é o vencedor desse combate. Ele não está convencido quanto ao Jones... Por conta da primeira luta com o Jon Jones, ele não se convenceu ainda daquela derrota e quer tirar a prova dos nove em um próximo encontro - revelou o "Joinha", em entrevista por telefone.

No UFC 140, Machida lutou bem, mas acabou finalizado por Jon Jones (FOTO: Divulgação/UFC)

Sobre o fato de Lyoto ter falado anteriormente a respeito de se manter em atividade e fazer mais uma luta, o empresário reforçou que isso não existe mais e que a posição do lutador é ter paciência, independente do que aconteça, para ter sua chance pelo cinturão.

- A luta do Jones com o Sonnen vai acontecer agora já. Não faz sentido enfrentar o Alexander. Estamos na "boca da botija". Se fosse um pouco antes, essa luta até poderia ter acontecido. Mas, ele acabou de lutar... E o Dana (White) já deixou claro que o Lyoto é o numero um. Nós vamos ficar esperando - finalizou, citando a opinião do presidente do UFC.

Jon Jones defenderá o cinturão dos meio-pesados em combate contra Chael Sonnen, no UFC 159, que acontece no dia 27 de abril, em New Jersey.

Confira as lutas do UFC 159

CARD PRINCIPAL
Jon Jones x Chael Sonnen
Michael Bisping x Alan Belcher
Jim Miller x Pat Healy
Phil Davis x Vinny Magalhães
Roy Nelson x Cheick Kongo
CARD PRELIMINAR

Sara McMann x Sheila Gaff
Nick Catone x James Head
Johnny Bedford x Erik Perez
Leonard Garcia x Cody McKenzie
Rustam Khabilov x Yancy Medeiros
Steven Siler x Kurt Holobaugh
Ovince St. Preux x Gian Villante

Você comentarista: