Presidente do Santos já admite saída de Ganso em junho

Antes reticente, mandatário do Peixe afirma que apenas deseja que o camisa 10 saia pela porta da frente

Daniel Romeu e Gustavo Serbonchini - 16/05/2011 - 21:04 São Paulo (SP)

Ganso inicia recuperação(Foto: Divulgação/Santos FC)

O presidente do Santos, Luis Álvaro de Oliveira Ribeiro, concedeu entrevista durante a festa da Federação Paulista de Futebol na noite desta segunda-feira. E, pela primeira vez, admitiu a possibilidade de Paulo Henrique Ganso não permanecer na Vila Belmiro até o fim do contrato.


- Nós vamos conversar nos próximos dias, nesse preríodo em que ele vai se recuperar no CT, e vou cobrar dele a resposta sobre a nossa proposta. Se ele decidir que deseja ir embora para o exterior no meio do ano, vamos conversar. Temos um compromisso de boa fé, que é para ser cumprido, mas é justo que no meio do caminho ele tenha outras ambições. Então, se for para ele sair, que seja pela porta da frente, para voltar um dia quando quiser - afirmou o mandatário do Peixe.

Edu: 'O Ganso está tomando sua decisão'

Seja o primeiro a saber o destino de Paulo Henrique Ganso

- Ele está em tratamento e tem contrato até 2015, e entendo que mu jogador precisa jogar feliz, o que significa ganhar bem e estar motivado. Oferecemos a ele uma proposta que equaliza à do Neymar, e o Neymar está feliz. Agora precisamos ver se a vontade dele de jogar na Itália que ele vá antes do tempo. Ontem, eu dei um abraço comovido nele e ele em mim. Creditei parte importante do nosso título a ele, principalmente pelo passe para o Neymar no segundo gol contra o São Paulo, que foi decisivo para a gente ir para a final em condições de ganhar o título - completou o presidente.

A possível ida de Ganso para o Corinthians antes de ir para o futebol europeu continua rendendo declarações contraditórias dos rivais alvinegros. O assunto voltou à tona na boca dos dirigentes dos dois clubes na festa da FPF. O gerente de futebol do Timão, Edu Gaspar, afirmou:


- O Ganso está resolvendo a situação dele com o Santos, com a DIS e o Corinthians está no aguardo. Não temos o controle da situação.


Já Luis Álvaro, reafirmou que tem a promessa do presidente Andrés Sanchez de que o rival não vai pagar a multa rescisória do jogador com dinheiro da DIS - braço esportivo do Grupo Sonda.

- Temos um acordo de cavalheiros para não pagar a multa, eu confio nele - afirmou Laor.

No último dia 12 de abril, o LANCENET! revelou que Ganso e seu staff deram "sim" à proposta corintiana. O encontro ocorreu na sede da empresa de Ronaldo, a 9ine, confirmado pelo próprio irmão do meia santista.Júlio Chagas de Lima, conhecido como Papito. aliás, voltou a se reunir com Ronaldo e Luís Paulo Rosenberg na sede da empresa,

irritando Ganso e a DIS, que posteriormente não esconderam a insatisfação por meio de um comunicado oficial.Depois das reuniões com o Timão e a 9ine,  além da bronca do irmão, Papito ironizou o Corinthians por meio do seu Twitter.

Você comentarista: