Corinthians ganha do Boca Júnior, por 3 a 2, e faz a festa da torcida

LANCENET! acompanha amistoso no CDM da Vila Piauí. Mandante do jogo, Corintinha recebe equipe de Pirituba e ganha. Vai repetir na quarta?

Rodrigo Vessoni - 01/07/2012 - 07:00 São Paulo (SP)


Riquelme nunca pisou nem pisará na Vila Piauí. Os jogadores do Corinthians não devem nem conhecer esse bairro da Zona Oeste de São Paulo. O campo do CDM do bairro em nada se parece com o Pacaembu. Mas nada disso importa. Para a Fiel, o que vale é que na tarde deste sábado, o Corinthians jogou contra o Boca Júnior, venceu por 3 a 2, e saiu com um troféu.

Foi isso mesmo! A reportagem do LANCENET! acompanhou um amistoso entre o Corinthians da Vila Piauí (para alguns, Corintinha) e o C. A Boca Júnior, de Pirituba, bairro tradicional da zona norte. E, na “prévia” da final da Libertadores, deu Timão, de virada, por 3 a 2.

Um resultado que, aliás, se for repetido na próxima quarta-feira, confirmará o primeiro caneco alvinegro na história da competição sul-americana. Mas a repetição para por aí. Lances, fatos inusitados e histórias vistas em mais de 90 minutos de duelo entre os dois clubes da várzea paulistana passarão longe do Pacaembu. Bem longe, aliás.

No CDM da Vila Piauí não há espaço para aquecimento no vestiário. Os jogadores que participaram do jogo anterior tiveram que esperar a saída dos corintianos e boquenses que colocavam seus uniformes lá dentro. O gramado não era tão gramado assim. Buracos e pedaços grandes de areia chamavam atenção em meio aos tufos de grama mais altos e mal cortados.

O árbitro não estava uniformizado. Descalço e de calça jeans, Tuca foi xingado pelos dois times. Faltas que mereciam cartão vermelho passavam ilesas, sem punição. Torcedores acompanham dentro de campo, literalmente. Tudo sendo acompanhada com muita atenção por cerca de 500 pessoas, que se divertiam.

Ah, também saíram gols. E foram cinco. Alguns, aliás, muito bonitos, consequência de habilidade e destreza para ultrapassar barreiras como gramado ruim e da bola que não era das melhores (bem ruim, aliás). Uma experiência que valeu a pena, que eu recomendo. Foi bom acompanhar Corinthians da Vila Piauí 3 x 2 Boca Júnior de Pirituba. E, certamente, será ainda mais fantástico acompanhar in loco Corinthians x Boca Juniors (ARG), quarta, no Pacaembu!

CURIOSIDADES DE UM JOGO DE VÁRZEA

Torcida dentro de campo
No futebol profissional, quando se diz que a “torcida entrou em campo” quer dizer que o apoio dos torcedores foi o 12 jogador no gramado, ajudando na busca de uma vitória ou de uma virada. Ontem, não. O que se viu na Vila Piauí foi torcedores, literalmente, entrando em campo. Perto de um dos escanteios, havia pelo menos 30 pessoas pisando no “gramado”. Era a bola aproximar para a multidão recuar e dar “espaço” para os jogadores irem atrás da bola.

Aquecimento? Pra quê?
Jogadores dos times saíram do vestiário e, minutos depois, já atuavam dentro de campo. Ninguém se preocupou em aquecer os músculos para evitar uma lesão mais grave. Trocou roupa, jogou...

Driblou, apanhou e...
Lance bonito na várzea não é tão bem aceito. Quando um jogador dá rolinho ou chapéu, analisa-se como um ato de ironia, para humilhar o adversário. Um dos jogadores do Corinthians da Vila Piauí, por exemplo, levou uma pancada após dar embaixo das pernas de um zagueiro. O que ocorreu? Virou alvo dos companheiros de quem bateu, sendo cobrado por falta de respeito no campo.

Gramado e bola
O campo da Vila Piauí onde Corinthians e Boca Juniors de Pirituba oferece grama em alguns lugares – mal aparada. Mas boa parte é de areia, o que dificulta os passes. A bola, que não é das melhores, é outro fator que complica, já que pula demais. Dominá-la vira um obstáculo.

FICHA TÉCNICA:

CORINTHIANS DA VILA PIAUÍ - 3
C.A BOCA JUNIOR DE PIRITUBA - 2

CORINTHIANS DA VILA PIAUÍ:  Pí; Gá, Digão, Dú (japonês) e Dindão; Robson, Buga, Thiago e Gabirú; Rafael e Jé T: Tadeu

C.A BOCA JUNIOR DE PIRITUBA:  Júnior; Éder, Leandro, Cleiton e Gabriel; Plínio, Julinho, Rafael e Bomba; Caio e Juninho T: Pelé
JUIZ: Tuca 6,0
GOLS: 7’1ºT Plínio (0-1); 10’2ºT Jé (1-1); 15’2ºT Buga (2-1); 38’2ºT Moisés (3-1) e 98’2ºT autor desconhecido (3-2)
RENDA/PÚBLICO:  R$ 0 / cerca de 500 pessoas
CARTÕES: vários
LOCAL: Vila Piauí, zona oeste de São Paulo (SP)
GRAMADO: Gramado?!?!?!

LANCE A LANCE

3´ - Primeira emoção
Jé, do Corinthians da Vila Piauí, acerta bonito chute. Bola na trave.

5´ - Segue o jogo...
Juninho, do Boca Júnior, derrubado na área e pede o pênalti. Em vão...

7´ - Goooooool
Falta para o Boca. Plínio acerta o canto do goleiro Júnior e faz o gol.

10´ - Cadê a pelota?
Um dos zagueiros do Corinthians tira o perigo e a bola vai parar numa fábrica que fica ao lado do campo. O jogo é paralisado até que um dos garotos sobe na telha e pede para que um funcionário devolva a bola.

14´ - Que isso, juizão?
Árbitro dá falta e vira alvo. De calça jeans e descalço, Tuca é rodeado.

28´ - Driblou, apanhou
Gabriel, do Boca, dá um lindo drible e leva uma pancada. Agressor ainda reclama e parte para cima dele....

38´- Gritaria
Após mais uma entrada mais forte, o clima esquenta entre as equipes.

55´- Empate
Jé bate sem chances para o goleiro do Boca e põe igualdade no placar.

55´ - Virada com golaço
Robson peteca a bola e acerta lindo chute com o outro pé. A bola vai na trave e volta para Buga, que faz.

83´ - Mais um! De longe
Moisés, com um bonito chute de fora da área, amplia para o Timão.

98´ - Descontou!
Boca faz o segundo, de pênalti, e diminui. Jogo precisou ser paralisado por dez minutos porque a bola demorou para voltar da rua.

Você comentarista: