Grana! Comércio espera Fiel em peso na capital argentina

Lojas esportivas de Buenos Aires vendem produtos do Corinthians e comerciantes comemoram final contra o Boca Juniors

Rodrigo Vessoni - 24/06/2012 - 09:53 Enviado especial a Buenos Aires (ARG)

Comércio quer muitos corintianos comprando seus produtos em Buenos Aires (foto: Rodrigo Vessoni)

Buenos Aires é uma das cidades mais visitadas pelos turistas brasileiros. Porém, para os donos de lojas de produtos esportivos da capital da Argentina, os brasileiros que torcem pelo Corinthians são a prioridade do momento. A possibilidade da presença de mais de três mil alvinegros fez com que os comerciantes buscassem produtos ou aumentassem o estoque de produtos ligados ao Timão.

Na tradicional, famosa e lotada rua Florida, principal ponto comercial da cidade, lojas esportivas capricharam em um dos itens mais procurados pelos brasileiros, desacostumados com tanto frio.

Cachecóis, que são chamados pelos argentinos de “bufanda”, fazem parte das vitrines da maioria das lojas, com bastante destaque. O preço é anunciado, inclusive, já na moeda do nosso país. Na sequência, aí sim, vem a conversão para moeda local.

E MAIS
Timão confirma 2.450 ingressos e explica divisão da carga
Torcida do River Plate grita: "Vamo Corinthians, c..."
Dérbi neste domingo no Pacaembu com duelo gaúcho

– Custa 23 reais. Isso dá uns 50 pesos mais ou menos – afirmou um dos vendedores, abordados pela reportagem do LANCENET! na tarde de sábado, dia de maior movimento dos turistas na cidade.

Um dos encarregados de uma grande loja esportiva da rua Florida explicou que os cachecóis dos clubes brasileiros fazem parte da coleção de produtos que são vendidos. Porém, a simpatica argentina, casada com um brasileiro que é baiano, confirmou que houve a necessidade de aumentar o estoque da “bufanda” do Corinthians assim que ficou confirmada a decisão contra o Boca Jrs.

Em tempo: algumas lojas aproveitam a rivalidade e colocam os cachecóis do Timão perto ou sobre camisas do River Plate, o eterno rival.

Você comentarista: