Contratação de Guilherme pelo Atlético-MG é a maior do futebol mineiro

LANCENET! revela todos os bastidores da transação milionária que envolveu a aquisição do atacante pelo Galo

Eduardo Mendes
Thiago de Castro
- 24/03/2011 - 23:21 Rio de Janeiro (RJ)
Belo Horizonte (MG)

Guilherme, jogador contratado pelo Atlético-MG (Foto: Divulgação)

O Atlético-MG apresentará nesta sexta-feira a maior contratação da História do futebol mineiro e a quarta entre as transações recentes do futebol brasileiro. A aquisição de 100% dos direitos econômicos do atacante Guilherme, que pertencia ao Dínamo de Kiev (UCR), custou US$ 8,5 milhões (R$ 14 milhões).

A operação montada pelo presidente Alexandre Kalil supera a transferência de Sorín do River Plate (ARG) para o Cruzeiro, em 2000, por R$ 12 milhões, e custou mais do que o dobro do valor investido pelo Alvinegro para contar com o meia Diego Souza no ano passado.

No dia do aniversário do clube, Guilherme é apresentado no Galo

As cifras milionárias também ganham destaque na lista das maiores compras recentes de clubes brasileiros. Por uma diferença de R$ 3,5 milhões o negócio não ultrapassou, financeiramente, a contratação de Luis Fabiano pelo São Paulo neste mês.

Além do Tricolor, somente o Corinthians, em 2005, nas aquisições de Tevez e Mascherano, conseguiu investir mais do que o Galo para ter Guilherme.

O montante não saiu apenas dos cofres do clube atleticano. Parte do valor foi bancado por investidores parceiros do Galo que ficarão com um percentual dos direitos econômicos do ex-cruzeirense inferior a 50%. Essa foi uma das condições impostas por Alexandre Kalil na negociação.

Apesar do alto valor despendido na contratação de Guilherme, o nome do atacante estava em uma lista com outras opções, entre elas a de Marcelo Moreno. O atacante do Shakhtar Donetsk (UCR), e que também teve passagem pelo Cruzeiro, foi sondado pelo clube alvinegro na curta passagem de Kalil pelo leste europeu.

Na quinta-feira passada, 17 de março, o presidente do Galo chegou a Kiev para iniciar as negociações com o presidente do Dínamo, Igor Surkis. Ele costuma ficar em sua residência em Mônaco, na França, mas trata das negociações na Ucrânia.

A data em que Kalil desembarcou na capital ucraniana coincidiu com o jogo do Dínamo contra o Manchester City, na Inglaterra, pela Liga Europa. Guilherme ficou no banco de reservas, porém não entrou em campo na derrota por 1 a 0 para os ingleses.

Da Inglaterra, o Dínamo seguiu diretamente para Dnipropetrovsk, cidade ucraniana, onde enfrentaria o Dnipro, pela liga nacional, no domingo.

Na véspera da partida, no sábado, as conversas entre Galo e Dínamo já estavam adiantadas e Guilherme sequer ficou no banco de reservas no dia seguinte.

Com as negociações já asseguradas com o clube ucraniano, faltava ao Atlético-MG um acerto com o staff do atacante.

O diretor de futebol do Galo, Eduardo Maluf, ligou para os empresários de Guilherme no domingo pela manhã e intermediou os primeiros contatos antes de Alexandre Kalil conversar com os agentes.

O presidente atleticano gostaria de saber se as condições pretendidas por Guilherme estavam compatíveis com a realidade do clube.

Para retornar ao Brasil e a Belo Horizonte, Guilherme abriu mão de seu salário no Dínamo de cerca de US$ 180 mil (R$ 288 mil) e também não recebeu valor de luvas pela transação.

Até o início da tarde no Brasil, Kalil chegou a um acordo com os empresários e anunciou, horas depois, a contratação por meio de seu Twitter.

O primeiro contato do dirigente com Guilherme aconteceu no domingo à noite, quando o jogador retornou a Kiev e recebeu as boas vindas do mandatário alvinegro.

A despeito de ter jogado pelo Cruzeiro dos 14 aos 20 anos, Guilherme minimizou a sua compra pelo Atlético-MG, rival da Raposa, e priorizou a volta para o Brasil, onde pretende voltar a ter sequência e pleitear uma vaga na Seleção Brasileira.

Maiores contratações dos clubes mineiros (valores em reais)

Atlético-MG
Guilherme - 14 milhões - 2011
Diego Souza - 6,6 milhões - 2010

Cruzeiro
Sorín - 12 milhões - 2000
Montillo - 6 milhões - 2010

Maiores contratações recentes do futebol brasileiro

JOGADOR - CLUBE - PREÇO (EM REAIS) - ANO

Tevez - Corinthians - 33,3 milhões - 2005
Mascherano - Corinthians - 25 milhões - 2005
Luís Fabiano - São Paulo - 17,5 milhões - 2011
Guilherme - Atlético-MG - 14 milhões - 2011
Valdívia - Palmeiras - 13,9 milhões - 2010
Carlos Alberto - Corinthians - 11 milhões - 2005
Kleber - Cruzeiro - 10,4 milhões - 2009*
Arouca - Santos - 8,1 milhões - 2010
Diego Souza - Atlético-MG - 6,6 milhões - 2010
Ronaldinho - Flamengo - 6,5 milhões - 2011
Elano - Santos - 6,5 milhões - 2011

* Operação teve o atacante Guilherme envolvido com o Dínamo de Kiev (UCR)

Você comentarista: