Chapecoense vence clássico e tira liderança do Palmeiras na Segundona

Time de Chapecó se saiu melhor contra o rival Avaí, segue invicto e é líder mais uma vez

LANCEPRESS! - 27/07/2013 - 18:16 Chapecó (SC)

A Chapecoense derrotou o Avaí por 3 a 1 no clássico catarinense, somou 23 pontos e ultrapassou o Palmeiras - que deslizou contra o Guaratinguetá, empatando em 1 a 1 - retomando a liderança da Série B. Último invicto e com um jogo a menos, pode abrir vantagem caso vença o jogo adiado contra o América-MG, pela nona rodada, na Arena Condá. Já a equipe da capital Florianópolis, segue em situação desesperadora, na zona de degola do campeonato.

O time de Chapecó começou a partida um pouco afoito, diferente do que vinha mostrando na competição. Porém, passados os primeiros minutos de tensão, o Verdão do Oeste colocou a bola no chão, passou a comandar as ações da partida e mostrou que as bolas paradas e contra-ataques são, realmente, as armas mortais da equipe comandada pelo técnico Gilmar dal Pozzo.

Aos 27, Paulinho Dias recebeu a bola pela direita e bateu cruzado, com força, batendo o goleiro do Leão. No entanto, Leandro Silva tirou em cima da linha, salvando a meta do Avaí. Só que dois minutos depois, o zagueiro nada pôde fazer, quando Dão, seu colega de posição, subiu mais alto que todos no primeiro pau e escorou de cabeça para as redes após cobrança de escanteio.

Com a vitória parcial e um adversário abatido, o segundo gol era questão de tempo. Aos 43, ele veio. Em contra-ataque puxado pela esquerda, Athos dominou a bola, colocou à frente e tocou com estilo no canto do goleiro Diego, que apenas observou a bola entrar.

No segundo tempo, esperava-se uma reação do Avaí. Mas a Chapecoense seguiu soberana, com o placar e o tempo a seu favor, a equipe administrava a partida com sabedoria. Aos 19, o artilheiro da Série B, Bruno Rangel, aproveitou cruzamento rasteiro da direita e deixou a situação do Leão, que já era dificil, quase impossível.

Justiça seja feita, o time da capital catarinense não se entregou. Correu atrás e chegou a diminuir o placar, aos 25, com Luciano, que aproveitou o rebote do goleiro Nivaldo. O gol deu novo fôlego para o Leão, que partiu para cima do adversário. Acabou esbarrando, porém, nas próprias limitações técnicas. A Chape voltou a ter as melhores oportunidades, mas o resultado não se alterou.


Paraná goleia

Em Curitiba, o Paraná Clube não tomou conhecimento do Ceará e emplacou 3 a 0 no time nordestino. Lúcio Flávio, Reinaldo e Flávio Conceição marcaram os gols do Tricolor, que chegou ao G4. O Ceará entrou na zona de rebaixamento do campeonato.

No confronto entre mineiros, Boa e América-MG empataram em 1 a 1, gols de Francismar e Rodriguinho. Com o resultado, ambas as equipes perderam a chance de se aproximar do grupo de acesso à elite do futebol brasileiro. 

Você comentarista: