No Bragantino, Romarinho 'pediu' carro de R$ 75 mil

'Tranquilão' na Bombonera ou no Nabizão, meia-atacante fez pedido inusitado ao presidente, que aposta em seu carisma

Marcelo Braga - 28/06/2012 - 20:25 São Paulo (SP)

Boca Juniors x Corinthians - Copa Libertadores - Gol do Romarinho (Foto: Eduardo Viana)

Presidente do Bragantino, Marquinho Chedid fala com orgulho de Romarinho, que vive dias de herói no Corinthians. Afinal, fã de seu futebol desde 2009, quando tentou contratá-lo pela primeira vez, foi ele quem o tirou do desemprego em 2011:

– Em 2010, fiz uma parceria com o Bragantino para tentar trazê-lo, mas não deu certo. Aí a Traffic o comprou, mas ele ficou sem contrato em abril. Soube e, em julho, fui buscá-lo. Com 15 dias de treino, o Marcelo Veiga (técnico) cravou: “É o melhor jogador que já passou por aqui.” – conta.

Veja os gols de Romarinho pelo Bragantino e Timão



Na Série B do ano passado, o clube quase subiu para a elite, terminando a competição na sexta colocação. E se subisse...

– Ele chegou em mim e me pediu um Veloster como prêmio. É um garotão...O ajudei a tirar sua carteira de motorista – lembra, com bom-humor, citando um carro da Hyundai que custa cerca de R$ 75 mil.

Sobre a frieza do jogador, que foi o herói do Timão no Dérbi e também no empate por 1 a 1 contra o Boca Juniors, Chedid concorda com as análises:

– Para ele, é a mesma coisa jogar na Bombonera ou no Nabizão. Ele é tranquilo. Quando o vendi, ele nem quis saber quanto ia ganhar. E ainda me perguntou se não tinha como ficar até o fim da Série B para sermos campeões. Eu disse que não, quer seria melhor para ele ir. Ele disse: "Se o senhor está falando, eu vou" - diverte-se.


Na opinião do presidente do Massa Bruta, Romarinho tem tudo para ser o próximo ídolo do Timão. Com infância humilde e carisma, já caiu nas graças da Fiel.

- O Corinthians precisa de um ídolo e acho que ele tem tudo para ser. Aquele cabelinho dele...As pessoas gostam, tem carisma.


Você comentarista: