Que jogo! Messi e Ronaldo brilham em empate entre Barça e Real Madrid

Cada jogador faz dois, e catalães continuam com diferença de oito pontos na tabela

Thiago Correia - 07/10/2012 - 16:42 Rio de Janeiro (RJ)

Veja os gols do empate no Camp Nou

Um clássico digno de Barcelona x Real Madrid, que conta os dois melhores jogadores do mundo. Messi e Cristiano fizeram dois gols cada no empate em 2 a 2 neste domingo no Camp Nou, em um resultado que acabou sendo melhor para a equipe da casa, já que é a primeira vez que perde pontos nesse Campeonato Espanhol.

Barcelona acabou mantendo a diferença de oito pontos sobre o Real Madrid, mas pode ser alcançado nesta rodada pelo Atlético de Madrid, que pega o Málaga. Na próxima rodada, os dois enfrentam equipes galegas no sábado. O Real Madrid recebe o Celta, enquanto o Barcelona vai até La Coruña pegar o Deportivo.

Mas além de tudo, algumas marcas foram quebradas no domingo, e outras ficaram próximas de serem alcançadas. Cristiano Ronaldo é o primeiro jogador de todos os tempos a fazer gols em seis clássicos seguidos. Tratando-se do confronto Barça x Real, Messi ficou no quase. Ele está na caça de ser o maior artilheiro do duelo. Com os dois deste domingo, ele ficou a apenas um de Di Stéfano, que tem 18. Mas pelo menos ele agora já pode falar que balançou as redes 100 vezes no Camp Nou pelo Campeonato Espanhol.

O JOGO

No início do jogo, as duas equipes ficaram sem arriscar muito, as poucas chances que surgiram foram em erros de passes de ambos os lados. Pelo Barça, Messi estava mais uma vez em sua "versão 2012". Deixou de ser um falso 9, para ser um verdadeiro 9. Agora ele fica de fato parado lá na frente, não tenta mais confundir a marcação voltando como antes.

Na parte defensiva, Adriano era a novidade. O brasileiro estava na defesa, já que Tito Vilanova não contava com zagueiros. E ele demorou um pouco para se sentir à vontade. Em um bom passe de Marcelo, que largou a lateral esquerda, lançou Özil, e quase que o dublê de defensor entregou. Por falar no alemão, ele jogava mais aberto do que de costume. Di María fazia uma função de armador, que não está habituado.

Demorou para sair alguma chance clara. A melhor veio aos 18, pouco depois da manifestação da torcida aos 17 minutos e 14 segundos, em referência à independência da Catalunha. Mas foi para o outro lado. Sergio Ramos subiu mais do que todos em cobrança de escanteio, mas cabeceou para fora. O lance esquentou o jogo. O Barça tentou responder. Pedro fez boa jogada pela esquerda dando chance para Iniesta.

Cristiano Ronaldo pediu calma cedo demais (FOTO: Lluis Gene/AFP)

GOLS DE CR7 E MESSI

Mas o jogo do Barça não entrava, o Real era melhor, até que saiu o gol. Os merengues começaram lance pela esquerda até chegar a Benzema na entrada da área. O francês girou e tocou para Cristiano Ronaldo, que chutou de primeira de forma seca para abrir o placar. E na sequência, o centroavante colocou uma na trave.

Depois do gol, outra má notícia para o Barça: perdeu Dani Alves, com lesão muscular na coxa esquerda. Mas o time melhorou. Entrou Montoya, que ficou mais atrás, a equipe acertou a defesa, e não demorou para a reação chegar. Os jogadores acertaram uma boa trama, com Pedro, que estava muito bem na partida. Ele cruzou rasteiro, a bola subiu, Pepe pulou sem direção tentando tirar de Xavi, falhou, e sobrou para Messi, limpinha, empatar.

O Barça ainda tentou uma pressão no fim do primeiro tempo, teve boa chance após lindo passe de Busquets para Alba, mas o lateral não teve grandes opções e a jogada não se concluiu.

Adriano foi escalado como zagueiro por Tito Vilanova (Foto: José Jordan/AFP)

SEGUNDO TEMPO

A etapa inicial começou quente. Antes do primeiro minutos ser concluído, Özil já tinha pedido um pênalti, e Messi já tinha arrancado pela esquerda, com direito a drible da vaca e tudo. Mas sem conclusão.

Mourinho inverteu seus jogadores. Özil foi para a direita, Di María para a esquerda, mas foi o Barcelona que tomou o domínio da partida, parecendo mais a equipe dos últimos anos, com toques rápidos e trocas de posições. E a sequência do jogo ficou pegada, saíram algumas faltas, uns cartões, e por isso, veio o gol da virada.

Falta frontal para o Barcelona, e assim como na Supercopa da Espanha, Messi cobrou com perfeição, e colocou os catalães na frente. Mas ainda tinha muito tempo, e o jogo ainda tinha muito brilho para dar.

Apenas cinco minutos depois, uma bola vadia na intermediária sobrou para Özil, que viu CR7 disparar em direção à área. O alemão viu, passou, e o português recebeu para empatar a partida.

Já no fim do jogo, as três bolas da partida para o Barça. Primeiro um contra-ataque, que Messi não deu bom passe. E depois, uma linda troca de passes, que resultou num chute mais bonito ainda de Montoya, seria um herói curioso para uma partida que teve os dois melhores do mundo como protagonista. O arremate foi na trave. No último minuto, Iniesta lançou Pedro, que chutou muito perto do poste.

FICHA TÉCNICA
BARCELONA 2 X 2 REAL MADRID

Local: Camp Nou, Barcelona (ESP)
Data-Hora: 7/10/2012 - 14h50 (de Brasília)
Árbitro: Delgado Ferreiro (ESP)
Público: 96.589 presentes
Cartões amarelos: Pedro e Busquets (BAR); Xabi Alonso, Khedira, Özil, Pepe e Arbeloa (REA)
Cartões vermelhos: -
Gols:
Cristiano Ronaldo 23'/1ºT (0-1), Messi 30'/1ºT (1-1) e 15'/2ºT (2-1) e Cristiano Ronaldo 20'/2ºT (2-2)

BARCELONA: Valdés, Daniel Alves (Montoya 27'/1ºT), Mascherano, Adriano e Jordi Alba; Busquets, Xabi, Iniesta e Fàbregas (Sánchez 16'/2ºT); Messi e Pedro - Técnico: Tito Vilanova.

REAL MADRID: Casillas, Arbeloa, Pepe, Sergio Ramos e Marcelo; Xabi Alonso, Khedira e Özil (Kaká 35'/2ºT); Di María (Essien 42'/2ºT), Cristiano Ronaldo e Benzema (Higuaín 16'/2ºT) - Técnico: José Mourinho.

Você comentarista: