Alvinegro, meia dos EUA lamenta saída de Seedorf: 'Deu tudo ao clube'

Benny Feilhaber nasceu no Rio de Janeiro, mas é naturalizado americano. Jogador afirmou que sonha em atuar pelo Botafogo

Kaíque Ferreira - 16/01/2014 - 17:31 São Paulo (SP)

Benny Feilhaber (Foto: AFP)

A seleção dos EUA segue o seu período de aclimatação, no CT da Barra Funda, em São Paulo, visando à Copa do Mundo. E entre os 26 jogadores que estão no Brasil, o meia Benny Feilhaber nasceu no Rio de Janeiro, mas se naturalizou americano. Torcedor do Botafogo, o atleta afirmou que o holandês Seedorf fará falta na disputa da Copa Libertadores e desejou boa sorte ao novo técnico do Milan (ITA).

- Ele deu tudo para o clube enquanto esteve aqui. Foi o melhor jogador da posição que o Botafogo já teve em muitos anos. A oportunidade de chegar na Copa Libertadores é muito boa para o time. Não pude ver a entrevista coletiva dele, ontem (segunda-feira), mas ouvi falar que foi muito emocionante. Estamos com a esperança que ele se dê bem no Milan - declarou Benny, antes do início do treinamento.

Seedorf foi contratado pelo Botafogo no segundo semestre de 2012. Referência do time carioca, ele anunciou a aposentadoria na última terça. Aos 37 anos, ele irá comandar o Milan (ITA).

Benny ainda revelou a vontade de atuar por um clube brasileiro e, de preferência, no Botafogo. Atualmente, o meia defende a equipe do Sporting Kansas City (EUA).

- Sou botafoguense desde pequeno, meu pai é botafoguense. Nasci alvinegro. Gostaria de ter a oportunidade de jogar no Brasil. Não foi o caso ainda de ter a oportunidade, mas se vier no futuro, é algo para se considerar bastante - completou.

Você comentarista: