Aiba mantém medalha de prata para Esquiva Falcão

Boxeador brasileiro tinha esperança de ganhar uma medalha de ouro após o árbitro da final olímpica ter confessado o erro

LANCEPRESS! - 21/08/2012 - 10:42 Rio de Janeiro (RJ)

As imagens dos medalhistas do Brasil (Foto: Jack Guez/AFP)

O boxeador brasileiro Esquiva Falcão terá que se contentar com a medalha olímpica de prata. Apesar de o árbitro da final dos Jogos de Londres, da categoria  médios (até 75kg) ter supostamente confessado um erro que veio a decidir a luta a favor do japonês Ryota Murata, a Associação Internacional de Boxe (Aiba) não irá rever o resultado do confronto.

No boxe, os protestos podem ser realizados, no máximo, 30 minutos após o término da luta. No caso de finais, o tempo cai para cinco minutos.

Reveja a luta! Esquiva sofre punição e perde o ouro por um ponto


O Comitê Olímpico Brasileiro (COB) afirmou ter conhecimento total do regulamento, mas achou necessário defender os interesses do atleta após ter sido informado que o árbitro da luta, Mariusz Gorn, teria se arrependido da punição aplicada ao pugilista brasileiro.

Em resposta enviada ao COB nesta terça-feira, no entanto, o diretor executivo da Aiba, Ho Kim, afirmou que o árbitro polonês apenas disse ter simpatizado com o atleta brasileiro, e em nenhum momento indicou ou sugeriu que ele tivesse cometido um erro ao punir Esquiva Falcão.

Além disso, o diretor executivo da AIBA ressaltou que, de acordo com as regras da competição, não é possível rever o resultado da luta, mantendo-se assim a vitória do atleta japonês. O COB já confirmou que irá acatar a decisão da Aiba.

Você comentarista: