Abertura do Footecon vira palco de ato pró-Havelange

Após renunciar a cargo no COI, cartola recebe carinho no Rio

Igor Siqueira e Leo Burlá - 06/12/2011 - 10:24 Rio de Janeiro (RJ)

João Havelange na Soccerex (Foto: Reuters)

Um dia após renunciar seu Comitê Olímpico Internacional (COI) - para que investigação de suposto recebimento de suborno fosse arquivada - João Havelange, ex-presidente da Fifa, foi acarinhado por autoridades que estiveram na abertura do Footecon, no Rio de Janeiro.

No palco, Marcia Lins, secretária de Esporte e Lazer do Rio de Janeiro, dirigiu palavras elogiosas ao dirigente:

- Esta pessoa querida, amada, que mudou futebol no mundo, o nosso João Havelange.

Carlos Alberto Parreira, idealizador do evento, também engrossou o coro do ato espontâneo de desagravo ao cartola. O técnico classificou Havelange como o maior dirigente de todos os tempos.

Aldo Rebelo, ministro do Esporte, disse que a saída de Havelange do COI não muda em nada o prestígio brasileiro junto ao COI e a Fifa.

Aguardado para a abertura, Ricardo Teixeira - que também é um dos possíveis beneficiários do esquema de propina da empresa de marketing ISL - não compareceu. Ele informou na tarde de segunda-feira que não iria ao evento.

Protegido por duas pessoas de sua equipe pessoal, João Havelange deixou o Copacabana Palace sem falar com a imprensa.

Você comentarista: