Prevendo perdas, Borussia Dortmund mantém interesse em Bernard

Borussia Dortmund irá ao mercado de transferências e possui dinheiro, após temporada de sucesso, mesmo perdendo a final Liga dos Campeões para o Bayern

LANCEPRESS! - 27/05/2013 - 06:00 Belo Horizonte (MG)

Bernard - Treino Atlético Mineiro (Foto: Gil Leonardi/LANCE!Press)

O Borussia Dortmund ainda junta os cascos a derrota na final da Uefa Champions League e pode esquecer o tropeço em Londres com contratações. O jornal alemão Bild voltou a ressaltar que Bernard, do Atlético-MG, é um dos alvos para preenchar a lacuna deixada por Mario Gôtze.

Só que a publicação voltou a colocar Bernard apenas como mais uma opção em uma lista de meias rápidos contendo Eriksen e de Bruyne, ambos de 21 anos, um ano mais velhos do que a estrela do Galo.

- Para o meio de campo, são três novas estrelas na lista. Da Dinamarca: Christian Eriksen (21), que é 'comprável' para cerca de 15 milhões de euros (R$ 40 mi), junto ao Ajax. Outro seria o Kevin de Bruyne (21 anos), que também custa 15 milhões de euros (R$ 40 mi)- um acordo com o Chelsea é iminente. Este é também o acordo com o 'pulga' brasileiro Bernard (20 anos, Atlético Mineiro). Para o driblador 12 milhões (R$ 32 mi) será devido - disse a publicação.

Contudo, a proposta que ainda se mantém neste nível de 32 milhões de reais não deve convencer o Galo a vender o meia-atacante. Convocado para a Copa das Confederações, Bernard pensará calmamente em mudar de ares em uma fase da carreira que conquistou espaço na Seleção atuando fora da Europa.

Em entrevista ao jornal inglês The Guardian e publicado no site Trivela, o técnico do Borussia,  Jurgen Klopp, afirmou estar preparado para uma reformulação na equipe, já que o atacante Lewandowski também pode estar de malas prontas.

- Precisamos de novos jogadores. Esse tipo de situação não é fácil, mas posso lidar com ela. Não podemos fazer como Real Madrid e Bayern, ignorando impostos – e deixar as próximas gerações pegarem nossos problemas. Precisamos trabalhar de maneira séria e sensível. Temos um tanto de dinheiro, então podemos gastar esse tanto - afirmou o caricato treinador.

Você comentarista: