30/07/2012 - 14:58

Mano nega incômodo com operação antecipada e afaga Ganso

Técnico afirma que entendeu prioridade santista e dá indícios de que meia pode ter chance como titular da Seleção diante da Nova Zelândia

Valdomiro Neto
Enviado especial a Newcastle (GBR)

Treino da Seleção Brasileira em Londres - Ganso (Foto: Mowa Press)

O técnico Mano Menezes negou que a decisão do Santos de submeter o meia Paulo Henrique Ganso a uma cirurgia no joelho direito, no último mês de maio, tenha o incomodado. A decisão à época forçou o corte do atleta da Seleção Brasileira para uma série de amistosos preparatórios para os Jogos Olímpicos - curiosamente foi durante essas partidas que Oscar conquistou a vaga na equipe titular que antes era do atleta do Peixe.

- Não fiquei contrariado porque é óvbio que o Santos teria que traçar uma estratégia que favorecesse o clube naquele momento. A operação abria a possibilidade de utilizar o jogador nas partidas subsequentes da equipe na Libertadores. Não ficamos chateados e não achamos ruim. Existem prioridades e você precisa respeitá-las.

Mano elogia 'evolução' de Paulinho e indica que Ralf não está nos seus planos

Seleção é convocada para amistoso contra a Suécia, em Estocolmo

Quando Santos e Ganso decidiram pela intervenção (uma artroscopia para retirada de resíduos de operação anterior) a equipe estava classificada para a semifinal da Copa Libertadores, contra o Corinthians, e teria um espaço de tempo para a recuperação do jogador, que acabou atuando nas partidas contra o arquirrival. Surgiram então, no período, rumores de que Mano teria ficado incomodado por uma suposta prioridade dada pelo meia ao Santos em relação à Seleção Brasileira, justamente o que o treinador rechaçou na coletiva desta segunda, no estádio St, James Park, em Newscastle (GBR).

Ganso deverá ter oportunidade de ser titular da Seleção contra a Nova Zelândia, na próxima quarta-feira, no encerramento da primeira fase do torneio olímpico. Ao menos, Mano indicou que isso pode acontecer, já que, aproveitando-se do fato de a equipe já estar classificada para as quartas de final,  deve poupar alguns jogadores para evitar desgaste pelo curto intervalo entre um jogo e outro na competição. O próprio jogador admitiu, logo após a vitória sobre a Bielorrússia, em Manchester, que recebeu indicações do técnico de que deve começar jogando. Mano entende que o jogador santista precisa ter mais sequência de jogos para readquirir o ritmo, principalmente devido às séries de lesões que o fizeram ficar parado.

- O Ganso não conseguiu ainda trabalhar no nível que estava um ano atrás, um ano e meio. Falta um pouco de sequência porque volta, para, retorna, tem outra parada... O Pato passou por isso recentemente e você vê que depois a retomada é um pouco mais lenta. São grandes jogadores que precisam retomar o ritmo.

A Seleção Brasiliera fará um treino na manhã desta terça-feira, na Universidade de Newcastle, em preparação para o jogo contra a Nova Zelândia, um dia depois. A escalação, porém, só deverá ser divulgada momentos antes do confronto. Um empate basta para a equipe garantir o primeiro lugar do Grupo C e, assim, jogar na própria Newcastle a partida das quartas de final, já no sábado.

Você comentarista:

  • Curta nossa página e comente! Comentar

Minuto

Ver todas