Contra horários, Atlético de Madrid ameaça fazer greve

Presidente estuda medidas mais drásticas e critica severamente a Liga Profissional Espanhola (LFP)

LANCEPRESS! - 03/08/2012 - 19:40 Madri (ESP)

A revolta do Atlético de Madrid por conta dos horários das primeiras três rodadas do Campeonato Espanhol segue dando o que falar. Nesta sexta-feira, o presidente Enrique Cerezo, em entrevista à Rádio Marca, ameaçou tomar medidas drásticas.

- Os clubes tomarão medidas necessárias. Se for preciso, vamos entrar em greve - avisou o mandatário.

Na primeira rodada, no próximo dia 19 de agosto, o time colchonero visita o Levante, em Valência, às 23h (horário local e 18h de Brasília). Na jornada seguinte, no dia 27, recebe o Atheltic de Bilbao, às 22h (horário local). E no 31, em Mônaco, no Estádio Louis II, enfrenta o Chelsea pela Supercopa da Europa.

Cerezo segue com duras críticas à Liga Profissional Espanhola (LFP), que agenda os horários e as datas das partidas.

- Que mostrem o real interesse disso tudo. Na China e na Ásia ninguém vê partidas de futebol ao meio-dia. Segunda-feira é um dia terrível para jogar - completa.

O técnico Simeone engrossa o coro de forma irônica.

- É uma graça jogar nestes horários - encerra.

Você comentarista: