Ver mais:

Rafael: `Não é um passe errado que faz tudo ir para o alto, eu dei bobeira ali`

Lateral analisa participação na Olimpíada e fala sobre o início do Inglês

Thiago Correia - 18/08/2012 - 15:56 Rio de Janeiro (RJ)

Acusado por muitos como vilão da final olímpica por ter dado um passe errado, que resultou no primeiro gol do México contra o Brasil aos 28 segundos, o lateral-direito Rafael garante que não se abala com esse tipo de situação. O jogador do Manchester United, que vai estrear na segunda-feira no Campeonato Inglês, acredita que o trabalho que fez durante todo o período em que a equipe foi proveitoso, e se defende de quem disse que ele não se abalou com a perda da medalha de ouro, por não ter chorado publicamente.

- Não é um passe que faz jogar tudo para o alto e para cima de mim, eu dei bobeira ali, muita gente disse que não fiquei triste, mas ninguém me viu no vestiário. Eu não tenho que justificar, claro que eu errei, mas tenho explicar aos meus companheiros, e todos me apoiaram - garantiu Rafael em entrevista ao LANCENET!.

Outro momento envolvendo o jogador que causou polêmica foi a discussão com Juan. Rafael garante que tudo faz parte do passado:

- Ele já falou comigo, a gente se acertou, foi só uma encarada, não tinha muito o que fazer naquele lance, ou jogava para fora, ou fazia o que fiz.

Mas, de qualquer forma, Rafael aprova o seu rendimento individual nos Jogos Olímpicos.

Foi bom esse período, a gente foi para final, aquele jogo foi o pior momento, mas fiz muitos jogos bons, agora é fazer trabalho bom no clube para voltar.

Início do Campeonato Inglês

E por falar em trabalho no seu clube, o Manchester United vai voltar ao Campeonato Inglês, torneio em que é o maior campeão. O lateral-direito disse que disputar a Premier League é sempre gostoso, e elogiou o poder ofensivo de seu time.

Chegou o Van Persie e o Kagawa, temos Rooney, Chicharito, Nani... É muita gente boa para o Ferguson fazer seus revezamentos. Quando o time estiver todo entrosado com os reforços, vai ficar muito bom - prevê Rafael, que não rejeita o rótulo de candidato forte ao título:

- O Manchester é sempre um dos favoritos, ainda mais com estes reforços.

E vai ser a primeira vez que Rafael vai ficar longe de Fábio, que foi para o Queens Park Rangers por empréstimo. O jogador do United vê o lado bom e o ruim.

- É difícil ficar longe, mas a gente vai aprender, amadurecer muito, vai ser importante para as nossas vidas - concluiu.

Você comentarista: