Fundação Barcelona lança projeto social no Complexo do Alemão

Programa Fut Net atenderá a 400 crianças e tem como intenção inserir valores de cidadania através do futebol

LANCEPRESS! - 05/07/2012 - 14:54 Rio de Janeiro (RJ)

Belletti na Escolinha do Barcelona no Complexo do Alemão (Foto: Ruano Carneiro)

A Fundação Barcelona, em parceria com a Fundação Mapfre e a Secretaria de Esporte e Lazer da cidade do Rio de Janeiro lançaram nesta quinta-feira na Vila Olímpica Carlos Castilho, no Complexo do Alemão, o programa Fut Net. A intenção do projeto é inserir valores de cidadania, coletividade e respeito ao próximo através do futebol.

A solenidade de lançamento contou com a presença do ex-jogador do Barcelona, Belletti, e da filha do rei Juan Carlos, da Espanha, a infanta Helena de Bourbon. O Fut Net atenderá a 400 crianças do Complexo do Alemão em suas atividades.

- O futebol é uma ferramenta que pode ser usada na construção de um bom cidadão. O esporte me ensinou muitos valores, nao só como jogador mas também ajudou a formar o home que sou hoje em dia. Valores como respeito ao próximo, disciplina, trabalho, tudo isso pode ser inserido nestas crianças através do futebol - afirmou Belletti.

O Fut Net apresenta às crianças algo muito além do futebol competitivo. A cartilha do projeto, apresentada pela Fundação Barcelona, leva em consideração outros aspectos para se determinar um vencedor. As equipes, obrigatoriamente, devem possuir uma jogadora mulher e os gols só passam a contar após o primeiro gol ser marcado pela menina do time. Além disso, as partidas não têm a presença de árbitros e as marcações de faltas e outras divergências são resolvidas através da conversa entre os próprios jogadores.

- Isso faz com que esta criança se transforme em um adulto que saiba resolver os seus problemas cotidianos na base do diálogo, e sem a imposição de sua opinião pela força - explicou David Palmeira, vice-presidente do Movimento Social Cultural do Complexo do Alemão.

Outro aspecto interessante é que um tema social é abordado e discutido pelos jovens nos intervalos dos três tempos das partidas. As equipes somam pontos conforme o desempenho nestes quesitos e, em alguns casos, nem sempre o time que anota mais gols é o vencedor.

- Não se trata de algo competitivo. Até mesmo no início essa metodologia importada do Barcelona foi difícil de ser assimilada até mesmo pelos instrutores. Mas com o tempo acabou se tornando algo natural, que caiu no gosto das crianças - disse Palmeira.

O objetivo final não é achar jogadores para o Barcelona, mas formar uma geração de bons cidadãos para o futuro.

- A maior parte dos que estão aqui não se tornarão jogadores profissionais, mas podem ser craques em suas vidas pessoas e em outras profissões - completou Belletti.

O projeto Fut Net conta com investimento de US$ 1,5 milhão (R$ 3 milhões) do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

Você comentarista: