Retrospectiva 2011: as 10 maiores conquistas do ano

  • Neymar e companhia brilharam e o Santos conquistou a Copa Libertadores no Pacaembu lotado diante do Peñarol. Uma vitória histórica e incontestável (Ari Ferreira)
  • Contra o Corinthians, na Arena Barueri, Rogério Ceni atingiu uma marca história ao marcar, de falta, seu 100º gol na carreira. Uma conquista e tanto e ainda por cima sobre o maior rival do São Paulo... (Tom Dib)
  • Com uma campanha muito regular, apesar de alguns tropeços inesperados, o Corinthians do goleiro Julio César conquistou o pentacampeonato brasileiro (Ari Ferreira)
  • Sob a batuta de Ricardo Gomes, o Vasco se recuperou de um péssimo início de ano ao conquistar a Copa do Brasil, em cima de um recordista Coritiba. De quebra, o Vasco ainda chegou perto do título do Brasileirão e vai voltar à Libertadores após dez anos (Cléber Mendes)
  • Sem Nenê e Leandrinho, que se recusaram a ajudar, o Brasil uniu forças sob a batuta de Rubén Magnano e fez uma brilhante campanha no Pré-Olímpico de Mar del Plata, conquistando a vaga para Londres. O basquete masculino brasileiro volta após 16 anos (Leo La Valle/EFE)
  • Fabiana Murer conquistou a primeira medalha de ouro da história do Brasil em Mundiais de atletismo. Em Daegu, na Coreia do Sul, ela saltou 4,85m e contou com uma noite ruim da recordista Yelena Isinbayeva, que terminou apenas em sexto (Phil Noble/Reuters)
  • Ex-catador de lixo, o paulista Solonei Silva conquistou de forma brilhante a medalha de ouro no Pan de Guadalajara, encerrando uma competição vitoriosa para o Brasil. Solonei completou o trajeto em 2h16m37s (Jorge Silva/Reuters)
  • Fabiana Beltrame conquistou o ouro inédito para o Brasil no Mundial de remo (Foto: Srdjan Zivulovic/Reuters)
  • Na luta mais esperada do ano no UFC, Anderson Silva acertou um chute no queixo do também brasileiro Vitor Belfort e nocauteou o adversário em pouco mais de três minutos, em Las Vegas. A vitória explodiou de vez a modalidade no Brasil (Jed Jacobsohn/Zuffa LLC/Getty Images)
  • Arrasador no início do ano, o Coritiba entrou para o Guiness ao conquistar 24 vitórias consecutivas. Contra o Caxias-RS, pela Copa do Brasil, o Coxa ultrapassou o Palmeiras e ficou na liderança isolada no quesito, com 22 vitórias (Gilmar Gomes)
0 de 0