Washington se despede dos gramados em Caxias do Sul

Renda do Jogo da Paz será revertida para entidade social e marcará a despedida do Coração Valente do futebol

LANCEPRESS! - 13/12/2011 - 16:07 Caxias do Sul (RS)

Washington comemora gol em jogo do Flu contra o Boca pela Libertadores 2008 (Foto: Paulo Sergio)

O ex-atacante Washington Stecanela Cerqueira, conhecido como Coração Valente, vai reunir um grupo de craques para realizar oficialmente a sua última partida como jogador profissional. O Jogo da Paz, como está sendo chamado o evento, será nesta terça-feira, às 19h30, no Estádio Centenário, na cidade gaúcha de Caxias do Sul, e terá renda revertida para a ONG Centro Educativo Casa Anjos Voluntários, que atende crianças e adolescentes que se encontram em condições precárias na cidade.

Washington brilhou em vários clubes do país como Ponte Preta, São Paulo e Fluminense, além de chegar à Seleção Brasileira. Os ingressos custarão R$ 10 (arquibancada) e R$ 30 (cadeiras) e podem ser adquiridas nas bilheterias do estádio, até o horário do jogo. A partida ocorre exatamente 11 meses após Washington ter anunciado oficialmente sua aposentadoria. Crianças até 12 anos, acompanhadas de um responsável, não pagam.

CARREIRA

Tudo iniciou nos campos de Brasília, quando começou a jogar com 14 anos. Em seguida, Washington foi para o Caxias jogar nas categorias de base. Em 1991 colaborou na campanha que culminou com o título estadual juvenil. Em 1993, com a mesma base de equipe, foi campeão estadual de juniores.

Virou profissional, passando por Internacional e Ponte Preta. Em 1999 o atacante teve sua segunda passagem pelo clube do sul, quando deixou sua marca duas vezes na vitória frente ao Cruzeiro de virada por 3 a 2, pela Copa do Brasil. Ao todo, Washington atuou em 130 jogos, balançando as redes dos adversários em 66 oportunidades.

Valorizado, o jogador foi para o Paraná Clube e de lá voltou para a Ponte Preta. Em 2002 foi atuar na Europa, no Fenerbahçe da Turquia. Nesse momento viveu o maior drama da carreira, pois descobriu que tinha problemas no coração que poderiam prejudicar e mesmo acabar com sua carreira de atleta profissional.

Voltou ao Brasil, repatriado pelo Atlético Paranaense, onde pôde tratar seu problema de saúde. Washington se recuperou e se tornou o maior goleador de uma edição do Campeonato Brasileiro com 34 gols em 2004. Ganhou o apelido de Coração Valente. Jogador guerreiro que não se entrega. Apesar de todas essas voltas e reviravoltas em sua vida, Washington manteve suas raízes e sua base em Caxias do Sul.

Em 2005 transferiu-se para o futebol japonês, onde conquistou diversos títulos, tanto pelo Tokyo Verdy, quanto pelo Urawa Red Diamonds. Voltou ao Brasil em 2008 para participar da melhor campanha da história do Fluminense na Libertadores, sendo decisivo em alguns jogos, como no gol de cabeça contra o São Paulo nos acréscimos, que eliminou os paulistas nas quartas-de-final do torneio. No mesmo ano, Washington foi novamente artilheiro do Campeonato Brasileiro, com 21 gols.

Em 2009 foi para o São Paulo, e voltou em 2010 para o Fluminense, onde participou do time Campeão Brasileiro, campanha derradeira de sua carreira. Logo após esta conquista, Washington visitou o Centenário e revelou que pretendia jogar por mais duas temporadas, mas por recomendação médica, resolveu parar no dia 13 de janeiro de 2011.

Você comentarista: