Grave lesão, superação e reencontro com o Flu: Willian Xavier está de volta

Atacante volta aos gramados após dois anos, se emociona e terá o Tricolor pela frente, contra quem perdeu pênalti marcante

Raphael Bózeo - 16/06/2012 - 17:27 Rio de Janeiro (RJ)

William - Botafogo (Foto: Theo Leite)

O resultado do jogo entre Fluminense e Portuguesa, neste sábado, às 21h, no Engenhão, é o que menos importa para Willian Xavier. Voltar a jogar já é um golaço na vida do atacante da Lusa. Ele superou a desconfiança e o risco de parar de jogar e está relacionado para uma partida após dois anos afastado dos gramados por conta de uma grave lesão na perna direita, quando atuava pelo Santo André, em 2010.

Tudo é novidade para o atacante, que conta as horas para sentir novamente o prazer de estar em campo. E certamente um filme com várias cenas de sua carreira passará em sua cabeça. Em um dos capítulos ruins, ele vai lembrar do próprio Fluminense. Quando atuava pelo Botafogo, em 2006, ele perdeu um pênalti pífio que ajudou a eliminar o Glorioso da Copa Sul-Americana, o que o fez sair pela porta dos fundos do Alvinegro.

Pênalti perdido contra o Flu,
em 2006
(Foto: Ricardo Cassiano)

Mas nada agora é mais importante do que sua volta. Ele poderá começar a reescrever sua carreira contra aquele mesmo Tricolor. Porém, se comparar a penalidade perdida com a grave lesão, certamente a lamentação será pequena. Willian quer mesmo é voltar a ser feliz no futebol. Muito emocionado, Willian Xavier faz questão de agradecer aqueles que o ajudaram.

- Se não fosse a força de vontade e a fé que tenho em Deus, certamente já teria abandonado o futebol. Acredito que há males que vêm para o bem, e tive a certeza nestes dois últimos anos que tenho amigos de verdade e uma família abençoada. Preciso agradecer aos meus pais e minha esposa, por me confortarem nas horas que mostrava algum desânimo - disse, prometendo empenho à torcida da Portuguesa:

- O Santo André também não me deixou faltar nada, recebi um apoio fora do comum de um clube que mal joguei. E não poderia deixar de citar a Portuguesa por apostar no meu futebol. Hoje tenho a certeza de que boas pessoas existem, farei o possível e o impossível para recompensá-las. A torcida da Lusa pode esperar um empenho fora do normal, pois eu vou suar sangue aqui.

Willian foi revelado pelo Atlético Paranaense, em 2001, e jogou em diversos clubes entre eles o América do Rio, Vasco, Lille-FRA, Botafogo, Vegalta Sendai-JAP, Kortrijk-BEL, Botafogo de Ribeirão Preto, Santo André e agora Portuguesa.

Você comentarista: