Zinho nega fracasso e põe a culpa em Juan por não acerto

Diretor de futebol do Flamengo deu detalhes da negociação com o zagueiro, que optou por acertar com o Internacional

Igor Siqueira - 16/07/2012 - 14:36 Rio de Janeiro (RJ)

Zinho - Treino do Flamengo (Foto: Alexandre Loureiro)

O diretor executivo de futebol do Flamengo, Zinho, esteve no início da tarde desta segunda-feira na concentração da Seleção Brasileira, que se prepara para a disputa da Olimpíada, em Londres, a partir do dia 25. O dirigente falou sobre diversos assuntos e cancelou a entrevista coletiva que concederia à tarde, no Ninho do Urubu.

Questionado se houve fracasso da diretoria, Zinho foi enfático ao dizer que não.

Zinho sobre caso Juan: 'A proposta era boa, mas ele não quis'

- Não uso a palavra fracasso. Foram tentativas ousadas em uma operação para que o Flamengo não se onerasse tanto, com postura profissional, até em respeito ao torcedor, por mais que ele não entenda que é um jogador de muito nome, mas custa muito caro - disse.

Uma das negociações que não deu certo foi a do zagueiro Juan, que se desligou da Roma (ITA) e acertou com o Internacional. O Flamengo já dava como certa a contratação do jogador, quando a sua ida para Porto Alegre foi anunciada na sexta-feira passada. Sobre isso, o diretor rubro-negro falou que a responsabilidade é exclusiva de Juan.

- O Flamengo queria ele há muito tempo, mas foi uma opção dele, responsabilidade única e exclusiva dele. Fizemos uma proposta e o atleta escolheu outro clube. Ninguém é obrigado a jogar em nenhum lugar. Mas a culpa não é do Flamengo. O Inter tem tradição e fez sua proposta. Ele preferiu ir para lá - afirmou Zinho, que ainda fez questão de parabenizar o Internacional pelo reforço:

- Parabéns para o Internacional, que fez uma boa contratação. Fiz proposta para o atleta, conversei com ele desde 11 de maio, convidei a vir. Houve todo um processo nesse período. Chegamos ao limite que poderíamos pagar, foi muito boa, mas não vou falar em valores aqui.

Zinho ainda revelou partes do contrato que Juan assinaria.

- Foram dois anos e meio de contrato. Um ano e meio garantido e se ele jogasse 70% dos jogos em 2013, automaticamente o contrato estava renovado para 2014. Um pouco de insegurança para o clube, mas uma garantia para o atleta. Juntando luva e mensal, pelo que tenho visto, seria parecido com o do Inter. Enfim, estou com a consciência tranquila. Não tenho nada contra ele.

Outra negociação que não deu certo foi com o meia Diego, do Wolfsburg. Na sexta-feira passada, o clube alemão disse não ao Flamengo pela proposta de transferência do jogador, que assumiria a camisa 10. Agora vaga, um dos nomes cotados é do argentino Riquelme. Sobre ele, Zinho ressaltou não ter sentado com nenhum representante do jogador, mas disse que está aberto a conversas.

- Nunca sentei com nenhum representante do jogador. Todos sabiam que estava em uma negociação com Diego. Agora, por questão financeira, não somos loucos de assumir uma condição que não temos como falar. O Flamengo não está negociando, não negociou. Acho um belíssimo atleta e se tiver possibilidade, podemos conversar - concluiu.

Você comentarista: